OS BRASILEIROS DECENTES, QUE QUEREM UM PAÍS LIVRE DA CORRUPÇÃO, CONVIDAM PARA O ENTERRO DA LAVA JATO!

O GOLPE DAS VACINAS: DECEPÇÃO NA PREFEITURA COM A DESCOBERTA DA FALSA EMPRESA COM QUE NEGOCIOU
22 de abril de 2021
LEI DEMAGÓGICA E ELEITOREIRA PODE ACABAR COM MILHÕES DE EMPREGOS PARA AS MULHERES BRASILEIRAS
26 de abril de 2021

“Convite para Enterro! É com profunda tristeza que os brasileiros de bem, aqueles que sonham com um país justo e livre da bandidagem que gravita há décadas no entorno do Poder, comunicam o falecimento da Operação Lava Jato. O sepultamento será realizado no Cemitério do PSTF, o maior e mais poderoso partido político do Brasil, embora tenha apenas onze membros. Pede-se não enviar flores e nem condolências, pelos riscos de processo de parte dos corruptos, alguns já livres e outros a caminho da liberdade, que ainda exigirão indenizações de quem os criticar. A família dos brasileiros decentes, só tem lágrimas a derramar!” Esta é apenas uma versão, das centenas que se poderia criar, sobre o fim da maior, mais transparente e grandiosa operação que já se assistiu, no mundo inteiro, contra a corrupção e os corruptos; contra criminosos no poder e seus laranjas. Foram para cadeia ricos empresários, políticos poderosos e até um ex-presidente, que, infelizmente, pelo aparelhamento político-partidário do mais importante tribunal do país, acaba de ser tornado quase santo. Para envergonhar ainda mais a Justiça brasileira, que tem sido exemplo na maioria dos seus tribunais e instâncias, o Supremo ainda condenou, perante a lei e a opinião pública, um dos mais corajosos magistrados que já ousaram enfrentar o câncer da corrupção em nosso país, o agora ex-juiz e próximo de ser réu, Sérgio Moro. O mesmo, aliás, que foi feito, antes, contra o procurador Daltan Dallagnol. Em ambos os casos, foram medidas das mais tristes, mais lamentáveis, mais inacreditáveis que se viu em toda a nossa História. E que, enfim, pôs a última pá de cal, definitivamente, na sepultura da Lava Jato.

Pode-se fazer tudo, até matar a Lava Jato, como ela foi morta, mas não se pode apagar a memória das pessoas de bem deste Brasil. Elas jamais se esquecerão dos escândalos; das delações premiadas; dos ex-assessores de Lula e Dilma, contando todas as trapaças que testemunharam; das inúmeras sentenças de prisão, como para o recordista Sérgio Cabral, condenado a mais de 200 anos de cadeia. E ninguém, claro, se esquecerá que durante seu trajeto, até ser destruída pelo esquerdismo que não quer saber da verdade; pelos ministros do STF, e pelo lava mãos do atual governo de Bolsonaro, a Operação, com o apoio de Moro e composta por um grupo de Procuradores a quem o país um dia, no futuro, fará Justiça, conseguiu devolver aos cofres públicos mais de 11 bilhões de reais. E, certamente, chegaríamos a um número muito, mas muito maior (fala-se em até 40 bilhões desviados), caso as ações continuassem sendo feitas, na agora batalha perdida de acabar ou pelo menos diminuir drasticamente a corrupção. A Lava Jato está morta e sepultada. Cometeu o grave delito de tentar limpar o Brasil e mais: quando chegou muito perto de algumas portas, ela foi simplesmente demolida. Que descanse em paz, para tristeza do Brasil!

GUERRILHA ARMADA ATACA, DESTRÓI E ROUBA PEÕES DE FAZENDA 

A guerrilha chegou a Porto Velho. Ela já havia atacado no Cone Sul e em outras regiões, mas agora volta-se, organizada, inclusive com comunicação por rádio, fortemente armada e mais violenta, para ataques a fazendas na região da Capital. Mais de 40 homens armados, organizados, usando táticas de guerrilha, atacaram novamente a Fazenda Santa Carmem, local onde, há pouco mais de seis meses um tenente e um sargento da PM foram covardemente assassinados, crime até agora sem solução. Dessa vez, o ataque covarde, sem dar chance de defesa aos peões e seus familiares, que trabalham e vivem no local, os bandidos não só puseram fogo em prédios e até nas casas dos trabalhadores, como ainda roubaram todos os pertencentes que puderam. Mas não ficou só nisso. Vários peões – cinco deles registram denúncias nas Delegacias de Polícia – foram covardemente espancados, mesmo que não tenham reagido ao brutal ataque. Como esses criminosos, dizendo-se sem terra, já praticaram várias ações como essa e jamais foram presos,  certamente sentem-se impunes, para continuarem sua série de delitos, sob os olhares complacentes das autoridades policiais e do Judiciário. A eles, as leis só têm protegido. Já para suas vítimas, não há leis que os proteja!

CONFÚCIO DIZ QUE RICARDO SALLES TEM QUE SAIR DO GOVERNO

O senador Confúcio Moura conseguiu espaço na mídia nacional, principalmente naquela que tem bombardeado o governo Bolsonaro. Bastou para isso, ele pedir a cabeça do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. É apenas mais um, entre dezenas – entre ambientalistas, ONGs e de representantes da esquerda – que acham que a troca do ministro vai resolver os graves problemas que temos no setor. Para Confúcio Moura, “Ricardo Salles é uma pessoa que não demonstra confiança. O mais importante são as práticas, o dia a dia, a vivência. E o que nós temos visto no Brasil, nesse período, é desmonte das estruturas, das entidades fiscalizatórias, tanto do Ibama, como do ICMbio”, disse o parlamentar rondoniense. Confúcio repetiu o que têm dito os adversários do governo e principalmente os que acham que a questão ambiental não está sendo comandada com eficiência. “Ricardo Sales tem feito vistas grossas para a questão madeireira, para o desmatamento e para outros fatores negativos”, sentenciou Confúcio. Ele também menosprezou a fala do presidente Bolsonaro na cúpula do clima. Disse que o Presidente fez, “foi uma fala de aproximação, de demonstração de boa vontade, mas, fala é fala e fala não significa nada!”.

RODOVIA DAS TRÊS SERRAS A TARILÂNDIA TEM PRIMEIRO TRECHO PRONTO

Mesmo com toda a pandemia e a temporada de chuvas, que ainda não terminou, tanto o Governo de Rondônia quanto a prefeitura da Capital estão dando duro, tocando obras e tentando melhorar a vida da população, que tem sido tão sofrida, nessas momentos em que o vírus ainda não recuou. No Estado, há que se destacar uma série de obras e recuperação de rodovias. Em Porto Velho, por exemplo, o asfaltamento da Estrada do Belmont foi uma realização inesquecível da administração estadual, resolvendo de vez um problema que se arrastava há décadas. Mas, interior afora, várias estradas e rodovias estão sendo recuperadas. Algumas delas, como a RO 484, que estava praticamente abandonada há cerca de 12 anos e com grandes dificuldades de tráfego, começa já a melhorar radicalmente. O DER já conseguiu diminuir a primeira das serras em direção a Tarilândia e inicia agora o segundo trecho. Depois fará mais um. Segundo o diretor geral do DER, Elias Rezende, quatro empresas tinham vencido a concorrência, abandonaram a obra. Rocha determinou que o próprio DER fizesse o serviço e ele está sendo feito. O Governador visitou o primeiro trecho asfaltado da obra, nesta semana e viu também o andamento do trabalho em outros dois trechos. Muitas outras estradas estaduais estão sendo melhoradas, ao mesmo tempo, anuncia o DER.

NO LAGOA, OBRAS DE DRENAGEM COMO A CAPITAL NUNCA VIU

Já a Prefeitura transformou pelo menos 12 bairros em canteiros de obras. A maior delas, a do bairro Lagoa, onde o trabalho mais importante é a canalização que vai acabar com as alagações que já duram pelo menos quatro décadas. Canos enormes, de três metros de altura por três de largura vão formar galerias imensas que levarão toda a água que invadia casas e conjuntos habitacionais, para o escoamento até a interligação  com outras galerias menores, chamadas de galerias periféricas, como a de 600 metros, recém construída, na rua Curimatá, entre a avenida Rio de Janeiro e a rua Dourado. Além disso, as obras, orçadas em mais de 20 milhões de reais, com recursos federais e contrapartida da própria Prefeitura. No bairro, além da enorme estrutura de drenagem, será feito ainda meio-fio e sarjetas, além de 10 quilômetros de asfalto em toda a região.  Do total, mesmo com todas as dificuldades, principalmente com muitos dias de chuva, pelo menos 15 por cento do asfalto já estão concluídos.

DOIS DEPUTADOS CASSADOS PODEM DEIXAR A ALE EM BREVE

Problemas para a Assembleia Legislativa resolver, daqui para a frente e que, dependendo do encaminhamento dos casos, pode mudar quase 17 por cento a composição dos 24 parlamentares. Por partes: os dois primeiros casos estão definidos, na área judicial. Dois parlamentares já tiveram seus mandatos cassados e não têm mais qualquer recurso. Portanto, podem deixar suas cadeiras a qualquer momento. Edson Martins, do MDB e Aélcio da TV tiveram todos os seus recursos negados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e, portanto, não há mais como permanecerem em seus postos. Edson foi condenado por um detalhe, tipo bobagem, quando era prefeito de Urupá. Aélcio porque teria exagerado na propaganda pessoal em seu programa de TV. Uma pena que dois parlamentares, muito atuantes, tenham recebido condenação tão pesada, por erros que, no caso de outros políticos, são tratados com muito menos dureza. As comunicações oficiais da Justiça ao presidente Alex Redano devem ser encaminhadas nos próximos dias. O suplente de Edson é Saulo Moreira, de Ariquemes e de Aélcio é Ribamar Araújo, de Porto Velho.

COMISSÃO DE ÉTICA COMEÇA A ANALISAR MAIS DOIS CASOS

Há outros dois casos, que começam agora a serem tratados na Comissão de Ética do parlamento. O mais grave é o do deputado Lebrão, um parlamentar que era um dos mais destacados das últimas legislaturas, mas acabou sendo flagrado por câmeras, recebendo dinheiro, ilegalmente, de um empresário, junto com sua filha e outros políticos, incluindo-se aí, também, a ex-prefeita de Cacoal, Glaucione Rodrigues. O relator nomeado para o caso de Lebrão é exatamente seu companheiro de partido Edson Martins, que é um dos que podem deixar a ALE em breve. Outro caso que está em análise no Conselho de Ética é o do deputado Geraldo de Rondônia, envolvido em várias ocorrências e que poderiam ter ferido o decoro parlamentar. Esses dois casos dependem exclusivamente das decisões dos deputados. Já nos de Aélcio da TV e de Edson Martins, o parlamento não pode fazer mais nada, a não ser cumprir as decisões judiciais, já que não há mais recursos.

A SURPREENDENTE DEFESA DE HILDON CHAVES, FEITA POR MOSQUINI

Evento surpreendente e poucas vezes registrado nos meios políticos, ocorreu um dia depois da descoberta da fraude da empresa da qual a Prefeitura de Porto Velho iria comprar 400 mil doses de vacinas e em que o prefeito Hildon Chaves acabou sendo alvo de muitas críticas, vindas principalmente de adversários políticos. O coordenador da bancada federal e presidente regional do MDB, Lúcio Mosquini, partido que não é aliado ao PSDB do tucano Chaves, gravou um vídeo, com uma vigorosa e surpreendente defesa de Hildon. Se disse solidário do Prefeito da Capital e não poupou elogios. “Ele não ficou inerte. Tentou de todas as formas buscar vacinas para sua população e vai continuar tentando. Seria muito positivo se outros prefeitos de Rondônia e até do Brasil seguissem o exemplo de Hildon Chaves”. O vídeo, de 1 minuto e 42 segundos, foi divulgado nas redes sociais e teve grande número de acessos. Como no mundo da política nada acontece por acaso, essa posição do presidente regional do maior partido do Estado, seria algum tipo de aceno para o tucano? Perguntar não ofende!!!

PERGUNTINHA

Na sua opinião, quantos condenados na Operação Lava Jato, que cumpriram pena de prisão, perderam bens e devolveram o que roubaram, terão o mesmo tratamento de Lula, quando recorrerem ao STF para que seus casos sejam revistos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *