LEI DEMAGÓGICA E ELEITOREIRA PODE ACABAR COM MILHÕES DE EMPREGOS PARA AS MULHERES BRASILEIRAS

OS BRASILEIROS DECENTES, QUE QUEREM UM PAÍS LIVRE DA CORRUPÇÃO, CONVIDAM PARA O ENTERRO DA LAVA JATO!
24 de abril de 2021
SESSENTA E DOIS PAÍSES USAM E 3 MILHÕES E 800 MIL TESTES DA SPUTNIK FORAM FEITOS, MAS ANVISA A PROÍBE NO BRASIL!
27 de abril de 2021

A demagogia no Brasil chegou ao seu patamar mais alto e inacreditável. A tal ponto que o Congresso aprovou uma lei, absolutamente eleitoreira, pois no ano que em tem eleição e o voto feminino é vital, mas, esqueceu-se do tiro no pé que acabou dando. Resumindo: está jogado no colo do presidente Jair Bolsonaro, para sanção ou veto, uma lei esdrúxula, de autoria do petista Paulo Paim, que obriga as empresas a pagar os mesmos salários que paga aos homens, para os mesmos cargos. Até aí morreu Neves, porque lei semelhante já existe, inclusive com aplicação de multas para empresas que não a cumprirem. Mas a demagogia extremada do novo projeto, impõe algo inacreditável, com viés inconstitucional, porque determina que empresas que contrataram mulheres nos últimos cinco anos e não pagaram salários iguais, terão que pagar multas retroativas. Fosse noutro país, algum sério e onde a Suprema Corte não estivesse aparelhada e politizada, uma lei dessas já viria natimorta. Mas como aqui quem governa é o Judiciário, ele pode, como tem feito em várias ocasiões, “adaptar” a Constituição a uma proposta absurdamente inconstitucional. Mas e o tiro no pé? Desesperados com a próxima eleição e não com o Brasil ou seu futuro, o Parlamento aprovou um projeto que vai fechar as portas das empresas para milhares, senão milhões de mulheres. Ora, quem vai contratá-las, correndo o risco de que, alguma interpretação na famigerada Justiça do Trabalho, não considere que elas ocuparam postos assemelhadas aos homens e seja obrigada ao pagamento de milhões de reis em multas?

É isso que fazem os demagogos. De olho nas urnas, esquecem-se dos efeitos colaterais que sua demagogia causa. Colocaram no colo de Bolsonaro um projeto cheio de incongruências, mas que deixa o Presidente em péssima situação (e essa foi outra das intenções da lei): se vetar, a oposição vai chamá-lo de machista e dizer que ele é contra as mulheres, o que lhe causaram enorme prejuízo eleitoral; se aprovar, terá contra si o empresariado em peso. O correto seria Bolsonaro sancionar a lei e vir à opinião pública, falar exatamente tudo isso, inclusive sobre o risco de portas fechadas ao emprego de grande parte da nossa produção feminina. O Brasil é um país que está habituado a valorizar doações e não a meritocracia. E é isso que se repete também com essa lei maluca, que vai contra o mercado e trará imensos prejuízos tanto para as empresas, que precisam de mão de obra qualificada (e muitas mulheres preenchem, geralmente, esse quesito!) quanto para as trabalhadoras. A curto prazo, os demagogos ganharão votos. A longo prazo, serão odiados pelas mulheres, de quem vão tirar a oportunidade de trabalho. Mas, repetimos, a boa parte dessa gente não interessa quem tenha prejuízo, desde que, na próxima eleição, eles colham votos e se reelejam. O resto? Ah! O resto que se dane!

MINISTRO CONFIRMA: BOLSONARO VEM INAUGURAR A PONTE DIA 7

Não foi o Palácio do Planalto, mas sim o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, quem anunciou o 7 de maio (sexta-feira da outra semana, daqui a nove dias) como a data oficial da inauguração da enorme e super importante ponte sobre o rio Madeira, na Ponta do Abunã, a alguns quilômetros da fronteira de Rondônia com o Acre. Os últimos retoques da obra foram dados no final de semana, quando o Dnit concluiu a sinalização horizontal dos dois acessos (do lado de lá e do lado de cá do rio), além de todas a marcações sobre os 1 quilômetro e 517 metros sobre o Madeirão. Placa do Dnit colocada nos dois acessos à ponte, destacam uma obra que custou mais de 158 milhões de reais. Não se sabe se estão incluídos nesse total, os mais de 25 milhões de reais que foram acrescido ao gasto final, devido a correção de erros no projeto original, com a necessidade de se refazer todo o acesso do lado de cá do rio, o que obrigou a um inesperado atraso no prazo da entrega, que passou do final do ano passado para fevereiro e depois para a abril e, finalmente, para a data da inauguração, no próximo dia 7. No seu Twitter, o ministro Tarcísio a vinda do presidente Jairo Bolsonaro, para liderar a solenidade de inauguração oficial da obra.

CRISE CONTINUA: PRODUTORES NÃO ACEITAM PREÇO DO CONSELEITE

A diferença é grande. Mais de 28 por cento. Cerca de 35 centavos por litro. O preço do leite ao produtor rondoniense, estipulado em 1 reais e 25 centavos pelo Conselho Paritário de Produtores e Indústrias de Leite do Estado de Rondônia (Conseleite), depois de profundas análises, não agradou à grande maioria dos criadores de gado leiteiro. Eles não aceitam menos do que 1 real e 60 centavos pelo litro e, por isso, em torno de 70 por cento deles negam-se a entregar seu produto para os laticínios. Governo, Federação da Agricultura e entidades do setor produtivo tentam intermediar negociações, mas elas não evoluíram. Enquanto os produtores dizem que estão trabalhando de graças e preferem jogar seu leite fora a entregá-lo por preços que eles consideram irrisórios, as indústrias alegam que estão trabalhando também com prejuízo e não podem pagar o valor exigido na produção. O assunto fervilha também na Assembleia Legislativa, onde praticamente todos os parlamentares defendem os produtores. O impasse entra em mais uma semana, sem que houvesse, ao menos até a noite da segunda-feira, qualquer luz no final do turno para um acordo. O caso ainda vai longe!

MEDICAÇÃO IMEDIATA DEPOIS DOS TESTES EM ARIQUEMES SALVA VIDAS

O número preocupa, claro, mas com o início do tratamento, as chances de a grande maioria dos contaminados pelo vírus não tenham necessidade de internação e muito menos de UTI é muito grande. Dos 584 testes para Covid 19 feitos na última sexta, em Ariquemes, nada menos do que 77 casos positivos foram detectados, representando 13,2 por cento do total. O drive-thru, realizado na cidade a pedido da prefeita  Carla Redano e do presidente da Assembleia, Alex Redano, contou com a presença do governador Marcos Rocha, do secretário de saúde Fernando Máximo e de equipes da Sesau. Rocha fez questão de acompanhar pessoalmente o evento. Já o presidente da ALE, fez questão de registrar seu agradecimento ao governo, destacando o que chamou de “importante procedimento de testagem, para identificação dos casos positivos da Covid, com o isolamento e tratamento das pessoas positivadas”. Para Alex Redano, “esse é um procedimento fundamental no controle da pandemia do novo Coronavírus: identificar e isolar os infectados”. A prefeita Carla Redano acompanhou todo o processo, que contou ainda com as presença do Governador. A operação faz parte do projeto “Mapeia Rondônia”, iniciativa governamental.

A IMPUNIDADE CAMPEIA PARA ASSASSINOS E INVASORES DE TERRAS

Desde o final de semana passado, não se ouviu mais falar sobre o assunto. Silêncio total. Como se os crimes não tivessem acontecido. Como se não tivesse acontecido. Cinco dias depois que guerrilheiros fortemente armados, dizendo-se sem terra, atacaram novamente uma fazenda no distrito de Jacy Paraná, é inacreditável como não se ouviu protestos, nenhuma autoridade convidou a imprensa para falar sobre os crimes; zero prisões. Ninguém sabe se estão ocorrendo investigações ou se elas vão ocorrer. Os peões e suas famílias, atacados covardemente, ameaçados de morte, surrados; muitos deles que tiveram suas casas queimadas pelos bandidos invasores, até agora estão tentando compreender como podem ter sofrido tudo o que sofreram e, ao menos até agora, não viram os ataques violentos e covardes que sofreram sem qualquer punição. O mesmo, aliás, sentem familiares, amigos e colegas de farda dos dois PMs assassinados há mais de seis meses na mesma Fazenda Santa Carmem, cujos assassinos continuam livres, leves, soltos, vivendo suas vidas de crimes na maior tranquilidade. Ninguém foi preso pelos crimes brutais contra policiais, até agora. Ah, se fosse um PM que tivesse matado um sem terra, dá para se imaginar que até a ONU teria mandado representante pedindo Justiça. Esse nosso Brasil está cada vez pior, para as pessoas de bem!

LUZ NO FIM DO TÚNEL: NÚMEROS COMEÇAM A DIMINUIR LENTAMENTE

O domingo foi um alento. O número de contaminados caiu muito e, embora, claro, tenhamos que lamentar, houve oito registros de óbitos, um número pelo menos cinco vezes menor do que a média dos últimos dias em que a doença continuava atingindo seu pico. Como as notificações do domingo geralmente são frágeis, porque a maioria das Prefeituras não encaminha seus números, ficou-se no aguardo do Boletim 402 desta segunda-feira. Os novos números ainda estão altos, mas, se serve como um pouco de esperança, foram bem menores do que se registraram nas últimas semanas: foram 522 novos casos e 28 mortes. Muito ainda, contudo, é importante que se diga, pelo menos 40 por cento de queda no número de vidas perdidas, em relação à média anterior. O secretário Fernando Máximo disse, aliás, que a tendência é que os números de internados vai cair, assim como de mortos. Além dos medicamentos no início da doença, para os que são constatsdos com o vírus, o aumento no número de vacinados está ajudando muito também. Até agora, ainda estamos perdendo a guerra, mas já se vê a luz no fim do túnel. Temos agora 5.076 óbitos; 209.268 contaminados; 105.322 recuperados (93,15 por cento do total); 575 pessoas internadas e nenhuma esperando leito de UTI. O total de vacinados com a primeira dose chegou a 177.295  e com a segunda, 60.836.  

SANTANA DE VOLTA PARA CRIAR CAMPANHA DE CIRO GOMES À PRESIDÊNCIA

Ele está de volta! O publicitário João Santana, que foi condenado por lavagem de dinheiro e outros crimes a penas que, apenas num dos casos, chegou a oito anos de cadeia (certamente em breve ele também poderá ser considerado vítima de injustiça, pelo PSTF!) e que contou, em delação premiada, muitos dos podres dos governos petistas, para aliviar o seu lado, volta às paradas de sucesso. Dessa vez ele foi chamado pelo super-hiper-tri candidatíssimo à Presidência, o sempre bem humorado e respeitoso Ciro Gomes, com o perdão da ironia! Foi o próprio Ciro quem contou a novidade, pelas redes sociais, anunciando que teve uma reunião com o presidente nacional do seu partido, o PDT, o famoso Carlos Lupi e com o publicitário, hoje também famoso pelas condenações que sofreu. Ciro avisa que Santana vai cuidar da comunicação do partido, como se não ficasse claro que ele está sendo chamado para criar a campanha publicitária do político cearense, que já foi rejeitado pelos brasileiros por duas vezes, mas não desiste de ser Presidente. Ele se apresenta como o único nome viável da esquerda brasileira para vencer Bolsonaro. Era amicíssimo de Lula, mas agora quer é distância do seu ex-ídolo. Dessa vez vai, Ciro?

ANVISA NÃO APROVA USO DA SPUTNIK, VACINA QUE RONDÔNIA QUER COMPRAR

E agora, José? Um total de 14 Governadores (incluindo o de Rondônia), formaram um grupo pedindo autorização para importação da vacina russa Sputnik V, que teria, segundo informações de países que a utilizam, até 97 por cento de eficiência contra o Coronavírus; Marcos Rocha chegou a anunciar a compra de 1 milhão de doses. Contudo, na noite desta segunda-feira, em reunião extraordinária, gerentes da Anvisa decidiram não aprovar o uso da vacina, alegando falta de informações para que ela pudesse ser liberada, mesmo em caráter emergencial. Num dos pareceres, o gerente Gustavo Mendes, gerente geral de Medicamentos e Produtos Biológicos da Anvisa, afirmou que o fabricante da Sputnik V não apresentou a análise de segurança da vacina por faixa etária, por comorbidades e para soropositivos para o SARS-CoV-2. Além disso, a empresa também não demonstrou que controla de forma eficiente o processo para evitar outros vírus contaminantes durante a produção do imunizante. No STF, o ministro Lewandowski autorizou o Estado do Maranhão a importar a Sputnik, mesmo sem a autorização da Anvisa. Os demais Estados seguirão o mesmo caminho? Ainda não se sabe.

PERGUNTINHA

Entre Jair Bolsonaro, Lula, Ciro Gomes, João Dória ou o gaúcho Eduardo Leite, em quem você votaria em 2022 para a Presidência da República?

Deixe um comentário