“EU MATEI MEU AMIGO SECRETO!”. O DRAMA QUE CONTA, EM VÍDEO, COMO ALGUÉM PODE CAUSAR A MORTE DO PRÓPRIO PAI

LAERTE FAZ BOM MANDATO NO COMANDO DA ALE E JÁ ESTÁ EM OUTRO PATAMAR ENTRE OS POLÍTICOS RONDONIENSES
17 de dezembro de 2020
O PSTF, NOVA SIGLA POLÍTICO-PARTIDÁRIA, PODE CAUSAR GRAVES DANOS PARA A DEMOCRACIA DO NOSSO PAÍS
22 de dezembro de 2020

A truculência com que o corona ataca a população mundial – e a brasileira, especialmente – aponta que não há ainda, no horizonte, algo que possa conter a doença. Mesmo as vacinas que estão sendo anunciadas, começarão a serem distribuídas à população aos poucos e dentro de algum tempo, mas não se sabe ainda a eficácia delas, por quanto tempo imunizarão e até quando teremos que conviver com esse vírus mortal. Nada pode diminuir o contágio, as internações e as mortes, além de cuidados extremos, com respeito às normas de higiene e segurança, mas, principalmente, a decisão óbvia de evitar aglomerações. Quem ignora o vírus, quem o desdenha, quem acha que não corre risco e nem afetará seus entes queridos, precisa assistir uma das peças publicitárias mais duras que já se viu, retratando uma história real e uma  verdade óbvia. E que condena os que, de forma irresponsável, estão levando a doença para dentro de suas casas e matando seus familiares, principalmente os idosos e os que já têm algum tipo de doença. A campanha publicitária do governo do Ceará é um soco no estômago daqueles que estão agindo como descerebrados e insensíveis, fazendo de conta que não temem uma doença que já afetou mais de 7 milhões e 150 mil brasileiros e que, até a sexta-feira, já tinha causado a morte de mais de 185 mil pessoas, apenas no nosso país, além de mais de 1 milhão e 100 mil no mundo todo. O vídeo precisa ser visto por todos. Basta acessar o link https://youtu.be/ccKfcZVdtcg, no youtube. Ele é um dos mais duros e emotivos apelos em defesa da vida e das pessoas que amamos que você assistirá, sem dúvida alguma.

Não dá para tratar a Covid 19 como se ela fosse apenas uma doença comum e passageira. Ela paralisou o mundo. Fez com que cientistas e médicos especialistas de todo o Planeta se debruçassem, desesperados, à procura de uma vacina que possa conter a pandemia. Tudo está virado de cabeça para baixo. A vida está completamente mudada. A continuar nesse ritmo, vamos continuar perdendo milhares de pessoas. Só em Rondônia, em oito dias (de sábado passado até este sábado), foram nada menos do que 69 mortes, 26 delas em apenas 48 horas, entre a quarta e a quinta-feira. O número de infectados não para de crescer, assim como os de reinfectados. Mesmo assim, milhares de pessoas, principalmente entre os mais jovens, estão vivendo como se não houvesse amanhã e como se eles não pudessem levar a doença para dentro de suas casas, podendo matar aqueles a quem mais amam. Toda essa gente que vive em Coronafest e se aglomerando, enchendo a cara em botecos e esquecendo de tudo o que está acontecendo, com hospitais e cemitérios lotados, sem nenhum cuidado, devia assistir ao vídeo do governo do Ceará. Ele resume tudo.

GOVERNADOR E PRIMEIRA DAMA, HOSPITALIZADOS, ESTÃO ESTÁVEIS

Até a noite do sábado, as notícias envolvendo a internação, no Prontocordis, do casal Marcos Rocha e Luana Rocha, eram de quem ambos estavam usando respiradores não invasivos, ou seja, sem entubação, para enfrentarem as dificuldades impostas pelo coronavírus. O casal está com a doença, ela pela segunda vez. Por orientação médica, foram internados na UTI do hospital, como prevenção. Além da competente equipe do hospital, liderada pelo doutor José Augusto, o casal está sendo acompanhado muito de perto pelo secretário de saúde, Fernando Máximo, que também é médico e que foi acometido, há algum tempo, de uma forma das mais agressivas do vírus. Máximo, na manhã deste sábado, falou, em entrevista coletiva, que o estado do casal Rocha continua estável. O Governador e a Primeira Dama estão com os pulmões comprometidos. Ele, 40 por cento; ela 30 por cento. Por isso, respiram com a ajuda de aparelhos especiais, que não exigem que sejam entubados, até porque, até agora, o estado de ambos não apresenta maior gravidade. Medicados com antibióticos, o casal já estava reagindo no final de semana. Por enquanto, ao menos, não havia maior preocupação sobre risco de piora no estado tanto de Marcos Rocha quanto de dona Luana, já que ambos estavam reagindo bem aos medicamentos. Mas como a doença surpreende e anda por caminhos que ainda estão sendo descobertos, os dois devem permanecer internados pelo menos durante toda a semana que começa. Espera-se, claro, rápida melhora para o principal mandatário do Estado e para sua esposa, que também comanda a área de assistência social do governo.

JUSTIÇA AUTORIZA E DEPOIS DESAUTORIZA VOLTA DOS PREFEITOS

Embora a opinião pública possa certamente não concordar, a visão do juiz é de que “não se pode consentir que a prisão processual se transmude em antecipação de aplicação da pena, sob risco de se desvirtuar sua finalidade, ferindo o princípio da não culpa, consagrado em nosso sistema pátrio”. Essas palavras, na sentença do desembargador Roosevelt Queiroz da Costa, suspendendo a prisão dos prefeitos filmados recebendo propina, em Rondônia, sintetiza a questão sob o ponto de vista da nossa legislação, que, obrigatoriamente, tem que ser aplicada pela Justiça. Mesmo pegos em flagrante, cometendo um crime grave, os acusados têm amplos direitos. Numa primeira decisão de Roosevelt, poderiam até reassumirem seus cargos, mas depois, nova sentença do próprio Roosevelt mudou a decisão inicial. Mas estão soltos e vão responder em liberdade Glaucione Rodrigues, então prefeita de Cacoal; Luizão do Trento, de Rolim de Moura; Marcito Pinto, de Ji-Paraná e Gislaine Lebrinha, de São Francisco do Guaporé. A prisão do quinto elemento, o ex deputado Daniel Nery, marido de Glaucione, também foi revogada. Está correto? No Brasil pode. Aqui, a lei é feita para dar todos os direitos a quem comete esses delitos, mas até crimes hediondos contra a vida. Os magistrados nada podem fazer. Não são eles que fazem as leis. Eles apenas as cumprem.

TRANSPOSIÇÃO DE APOSENTADOS: SALVAÇÃO DO IPERON

O ano está terminando e o tema da transposição ficou pelo caminho. Até hoje, ainda faltam milhares de casos para serem analisados e aprovados. O número de novos transpostos, em 2020, foi absurdamente baixo. Há ainda um grupo de pelo menos três mil aposentados ou famílias de aposentados que já se foram e que têm direito, que continuam na espera, sem que, ao menos até agora, algo de concreto e prático tenha sido feito. Caso essas três mil passagens para a folha de pagamento da União fossem concretizadas, poderia ser, por exemplo, a salvação do Iperon, que, mais dia menos dia, pode acabar explodindo, por não conseguir pagar todas as pensões e aposentadorias. O que se ouve, embora não oficialmente, é que o governo Bolsonaro está tratando o assunto como uma questão que não merece prioridade. E que o próprio Governo de Rondônia, ao menos nesse ano que está terminando, também não atuou com todas as suas possibilidades, para exigir que a transposição andasse. Até agora, o total de transpostos bate na porta dos 5.800. Pouco mais da metade do que era previsto inicialmente. O assunto não anda…

CINQUENTA OBRAS SIMULTÂNEAS. E A BELMONT QUASE PRONTA

O DER já melhorou as condições de 90 por cento das estradas estaduais, trabalho inclusive em finais de semana e feriados. E isso apenas desde o mês de julho, quando o atual diretor geral. Elias Resende, assumiu a missão de comandar o órgão. Várias obras importantes no interior ou foram feitas ou estão em andamento. Hoje são mais de 50 frentes de trabalho atuando ao mesmo tempo. Na Capital também. Falta muito pouco para que o DER entregue, asfaltados, os primeiros cinco quilômetros da Estrada do Belmont. A intenção é concluir todo o trecho até o final deste ano, conforme reafirmou Resende nessa semana. Outros cinco quilômetros estão sendo iniciados também, com patrolamento, fazendo com que a Estrada que concentra várias distribuidoras de derivados de petróleo, numa área onde a participação das empresas representa perto de 1 bilhão de reais em impostos por ano aos cofres do Estado, tenha, finalmente, excelentes condições de tráfego. A Belmont, aliás, é uma promessa que se concretiza, depois de 30 anos de compromissos jamais cumpridos, por vários governos. Em Porto Velho, em termos de obras públicas, é a menina dos olhos de Marcos Rocha, o Governador que vai entrar para a história como quem, finalmente, prometeu e cumpriu…

FALTA POUCO PARA CAPITAL GANHAR SEU NOVO CARTÃO POSTAL

De vez em quando, ele vai à janela. Dali, fica contemplando toda a extensão de uma grande obra, que está muito perto de ser concluída. Parte dela já o foi. O prefeito Hildon Chaves acompanha, do seu gabinete, no prédio do Relógio, todos os dias, cada avanço da restauração da Praça Estrada de Ferro Madeira Mamoré. O local já tem outro visual, completamente diferente, mas, é claro, ainda serão necessários pelo menos mais três meses, para que todo o projeto esteja totalmente concluído. Feita em parceria da Prefeitura com a Santo Antônio Energia, que vai investir algo em torno de 23 milhões de reais, as obras até agora realizadas já demonstram que, finalmente, teremos um dos mais belos complexos turísticos funcionando.  Será, sem dúvida, nosso novo cartão postal. A obra feita em toda a praça, abrangendo uma área de mais de 115 mil metros quadrados. Com a nova estrutura virão posto policial, recuperação dos quatro galpões e parte da infraestrutura, como rede de drenagem interna e coleta de esgoto com unidade de tratamento própria. Falta pouco.

JÁ SE PODE COMEMORAR O ASFALTO DA BR 319?

Se dependesse de uma assinatura, tudo estaria resolvido. O Ministério da Infraestrutura assinou, nesta semana, a ordem de serviço para o início das obras de pavimentação da BR 319, num trecho inicial de 52 quilômetros, dos cerca de 400 que estão destruídos, no trecho do meio da rodovia, que liga Porto Velho a Manaus. O presidente Bolsonaro comemorou o evento, publicando em redes sociais, comentário afirmando que a data é histórica para toda a região norte. Os mais otimistas consideram que o Presidente tem razão, falando em data histórica, porque se sabe que a situação da 319 tem outras mãos e outros poderes, que não o governo do nosso país. Há pelo menos 30 anos, todas as tentativas de reasfaltar a rodovia, que já estava asfaltada e ligava as duas capitais, foi impedida por ações do Ministério Público Federal, aceitas pelo Judiciário, geralmente atendendo ações de ONGs e ambientalistas. E isso pode acontecer de novo. Quando até professores universitários de Minas Gerais, que obviamente nada têm a ver com nossa região, gastam tempo e dinheiro público num estudo absurdo, afirmando que a floresta será destruída, por causa do asfaltamento da BR 319, compreende-se, mais facilmente, o quão poderosos são os que não aceitam que a obra se torne realidade. Tem gente que só vai acreditar no asfalto, quando os 52 quilômetros estiverem concluídos. Isso se não mandarem arrancar o asfalto colocado!

MAGISTRADA COMANDA A AMERON PELA PRIMEIRA VEZ

Pela primeira vez na sua história, a Associação dos Magistrados de Rondônia, a respeitada Ameron, será comandada por uma mulher. A juíza Euma Mendonça Tourinho, terá a missão de conduzir as ações associativas que envolvem a magistratura de Rondônia, pelos próximos dois anos. A juíza venceu a eleição interna com a maioria dos mais de 180 votos computados e agradeceu aos eleitores, pela escolha da chapa liderada por ela, que comandará a importante entidade até 2022. Fazem parte ainda da diretoria executiva, além da dra. Euma, Carlos Augusto Negreiros, como vice-presidente; Lucas Niero Flores, segundo vice; Kerley Regina Arruda Alcântara, como secretária geral; Ivens dos Reis Fernandes, secretário adjunto; Fabíola Cristina Inocêncio, tesoureira geral. A posse da magistrada, que é neta do lendário e saudoso jornalista Euro Tourinho, acontecerá na tarde da próxima terça-feira, no dia 22. Ela substitui na presidência da Ameron, o desembargador Alexandre Miguel, que comandou a entidade durante quatro anos e o fez com grande competência e dedicação, em todas as ações que foram executadas.

PERGUNTINHA

Você acha correto o Presidente da República dizer publicamente que não vai se vacinar contra o coronavírus ou ele está errado, porque influenciará muita gente a fazer o mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *