SEMANA DECISIVA PARA A PRIVATIZAÇÃO DO AEROPORTO JORGE TEIXEIRA. LEILÃO ACONTECE ATÉ A SEXTA-FEIRA

MUTIRÃO NO MATO GROSSO E EM CIDADES RONDONIENSES QUE TÊM 100 POR CENTO DE VACINAÇÃO: EXEMPLOS DE EFICIÈNCIA
3 de abril de 2021
INÉDITO: ÔNIBUS EM PORTO VELHO SERÁ DE GRAÇA EM ABRIL E CUSTARÁ APENAS 1 REAL NOS TRÊS MESES SEGUINTES
6 de abril de 2021

Finalmente uma boa notícia para o que alguns teimam de chamar de “aeroporto internacional”, aquele prédio que leva o nome do ex governador Jorge Teixeira e que, mesmo com seguidas reformas, continua muito aquém do que se poderia esperar de um aeroporto de uma capital do tamanho de Porto Velho. Aliás, chega ao ridículo de ser um dos únicos aeroportos do mundo em que não existe uma área onde as pessoas possam ver os aviões aterrissando e decolando. Pois a boa nova é que o Jorge Teixeira, será um dos 22 aeroportos brasileiros que serão privatizados, a partir de leilões que ocorrerão essa semana. Sete aeroportos da região norte, incluindo o nosso, serão privatizados: Manaus, Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Tabatinga, Tefé e Boa Vista. No total, o governo espera arrecadar no leilão destes terminais, nada menos do que 47 milhões e 800 mil reais. Não se sabe ainda qual o valor que será pago, caso haja algum vencedor, pelo Jorge Teixeira e nem outros detalhes sobre como ele será administrado, caso haja um vencedor no pregão do leiloeiro. Mesmo sendo alvo de várias reformas, desde o antigo prédio, o aeroporto porto velhense continua recheado de problemas. Também são comuns as queixas dos preços absurdos cobrados aos frequentadores da Praça da Alimentação. Mas a maior queixa mesmo é que, na estrutura atual, a partir da implantação do Sistema Elo (que é um tipo de Finger, mas sem ser aéreo), não há mais como se observar os aviões que chegam e saem, coisa normal em qualquer aeroporto no mundo inteiro.

Há uma grande esperança, a partir de agora, de que as coisas comecem a melhorar, depois de tantos anos de deficiências e problemas simples, nunca resolvidos. Ao mesmo tempo, certamente, com a chegada da iniciativa privada para administrar nosso aeroporto, as chances de que ele seja realmente internacionalizado, tornam-se muito maiores. A instalação de uma Aduana, em parceria com a Polícia Federal, além de um posto da própria PF, já começaria a criar a estrutura, com voos internacionais chegando e saindo. Mais que isso, poderíamos inclusive ter um novo e fundamental meio de exportação dos nossos produtos, principalmente para os países vizinhos. Mas também podemos usar o sistema de carga aéreo para vendas aos Estados Unidos e Europa.  O valor arrecadado será pago imediatamente após o leilão, pelo vencedor, acrescido do ágio ofertado pelo vencedor. Além do pagamento inicial, o vencedor de cada bloco terá de pagar ao governo um percentual da receita obtida a partir do quinto ano de contrato. O prazo de concessão será de 30 anos.      

MP PREOCUPADO COM A REINTEGRAÇÃO. MAS E AS INVASÕES ILEGAIS?

Deve-se ressaltar como de grande importância a preocupação do Ministério Público rondoniense, em alertar as autoridades de segurança do Estado para que ajam com parcimônia e tomem todas as medidas necessárias na reintegração de posse da Fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Corumbiara, invadida com violência por grupos de sem terra, liderados pelos famigerados membros da Liga dos Camponeses Pobres, a LCP, um grupo que usa táticas  de guerrilha em seus ataques. O que se lamenta, apenas, é que não tenha havido intervenção do nosso MP quando da invasão, no momento em que os criminosos invasores destruíram tudo o que viram pela frente, incluindo-se  prédios, queimando equipamentos e matando animais. Obviamente que a própria decisão judicial pede cuidados na reintegração, mas o MP chega a temer que possa se repetir o que chama de “Massacre de Corumbiara”, ocorrido nos anos 90, quando morreram vários sem terra, mas também policiais. A verdade é que enquanto os grupos invasores e principalmente a criminosa LCP for tratada como se fosse um ente legal, mesmo afrontando a lei de todas as formas, nunca teremos a verdadeira Justiça nestas terras rondonienses. Vamos ver o que vai dar essa reintegração, já que os invasores nada têm a perder…

MEIO ANO DA BRUTALIDADE E NENHUM ASSASSINO FOI PRESO

Aliás, só para que não se esqueça, completou meio ano do brutal assassinato, via emboscada, de um oficial e um sargento da Policia Militar de Rondônia, quando cumpriam reintegração de posse numa outra fazenda, desta vez no distrito de Mutum Paraná. Os crimes covardes foram praticados no início de outubro passado, quando o Tenente Figueiredo e o Sargento Rodrigues foram fuzilados por bandidos. Um terceiro militar, o Tenente Fredson Ferraz, atingido por tiros de fuzil à queima roupa pelos bandidos, conseguiu milagrosamente sobreviver, embora tenha ficado quase 60 dias entre a vida e a morte. Até agora, nenhum dos bandidos foram presos. As investigações estão sob o comando da delegada Leisloma Rodrigues, da Delegacia de Homicídios, comanda as investigações e, embora não haja informação sobre o caso, ouve-se nos bastidores que em breve a polícia deve por as mãos em pelo menos dois suspeitos de participarem da tocaia que vitimou dois bravos membros da PM rondoniense, que estavam cumprindo seu dever e que foram exterminados por bandidos sanguinários, ainda à solta!

CEMITÉRIO DE SANTO ANTÔNIO LOTOU COM 95 MIL SEPULTURAS

Quando começaram os sepultamentos, há cerca de 40 anos atrás, o Cemitério de Santo Antônio, em Porto Velho, jamais imaginaria que uma pandemia terrível, nos anos 20 do século 21, pudesse fazê-lo não abrir mais nenhuma sepultura para quem morreu de Covid 19. Só podem ainda ser enterradas ali, pessoas cujas famílias tiverem jazigos. Todos os demais irão para o cemitério particular Recanto da Paz, na BR 364, próximo à Unir, onde a Prefeitura adquiriu 1.800 jazigos. O Santo Antônio parou de receber vítimas do vírus neste último final de semana. Só até o final do ano passado, 777 pessoas que morreram com a doença foram ali enterradas, numa área separada. Dezenas de outras sepulturas foram abertas, de janeiro para cá, até que o local atingisse sua capacidade máxima. Desde o domingo, todos os novos sepultamentos de vítimas da Covid já estão sendo feitos no novo cemitério, com gavetas adquiridas pela Prefeitura. O Santo Antônio lotou com 95 mil sepulturas.

O SUPER EGO DE UMA DIVINDADE DO JUDICIÁRIO BRASILEIRO

Pouco antes de se aposentar, faltando menos de três meses, o maior ego do Judiciário brasileiro sai atirando. E contra seus colegas, embora as críticas dependam sobre o que eles decidam. Quando o ministro Fachin, de forma pessoal, votou, sozinho, contra o ex juiz Sérgio Moro e perdoou todos os crimes do chefe de quadrilha Lula, o voto monocrático não mereceu palavras duras de Marco Aurélio de Mello. Mas bastou o ministro Kássio Nunes Marques liberar o funcionamento de igrejas, mesmo com todos os cuidados, para Mello sair atirando. Afirma que tal decisão deveria ter passado pelo colegiado dos onze ministros. É impressionante a preocupação desses Deuses do Judiciário, em se manterem na mídia. Há um quase desespero. E ainda mais quando ganham espaço porque a abertura das igrejas é defendida pelo presidente Bolsonaro, o inimigo número 1 entre oito a cada dez jornalistas deste país. Marco Aurélio poderia dar um sossego ao seu superego e começar a sair de fininho. Mas, certamente não o fará. Quer continuar sendo uma divindade. Aliás, junto com muitos dos seus colegas, até pela pressa com que o assunto será votado pelo plenário, já nesta quarta.

A SEGUNDA-FEIRA TROUXE MAIS 49 VÍTIMAS FATAIS NO ESTADO

Foi só o abrigo ilusório dos viajantes, como escreveu Raimundo Correia. Simples ilusão, tanto quanto as colhas das árvores, do texto do mestre, que não conseguiam proteger da tempestade. Os boletins da Sesau sobre os mortos pela Covid 19, no sábado (26 óbitos) e domingo (19 vidas que se foram), era apenas o prenúncio de uma segunda-feira novamente trágica. No Boletim 381, voltamos à realidade assustadora. Em apenas um dia, registraram-se 49 óbitos – 24 deles em Porto Velho – mantendo em alta a soma tétrica de rondonienses engolidos pela doença, que, ao que parece, não diminui de intensidade. Pelo contrário: só piora! Os últimos números do vírus são novamente dos piores. Nada menos do que 4.327 mortes desde o 23 de março do ano passado. Em 12 meses e meio, milhares de rondonienses choram sobre a saudade dos que se foram. Estamos batendo nos 191 mil casos de contaminados, no total. Só na segunda, foram mais 675. Hospitais e UTIs continuam superlotados. Estavam internados, até a noite da segunda, nada menos do que 703 doentes. A boa notícia é que quase 89 por cento dos infectados desde o início da pandemia estão curados. São praticamente 170 mil. Haverá alguma outra boa nova? Por enquanto, muito pouca coisa a se comemorar.

GUAJARÁ ESTOCA VACINAS, MESMO COM 5 MIL CASOS E 176 MORTES

Que venham mais vacinas, por enquanto, além do tratamento precoce que ajuda a diminuir a força do vírus, a única porta da esperança para que anda apavorado com a possibilidade de ser a próxima vítima. Já vacinamos perto de 113 mil rondonienses com a primeira dose e mais cerca de 35 mil com a segunda. Nesta segunda-feira, o governo do Estado, via Sesau, distribuiu mais 51.400 vacinas, todas a serem aplicadas como primeira dose. Quando todo esse lote for utilizado, teremos quase 170 mil imunizados, o que representaria algo em torno de 9,7 por cento de toda a população, colocando Rondônia num patamar assemelhado aos Estados que mais vacinaram. Mas como fazer isso, se a maioria das Prefeituras não está cumprindo seu papel de imunizar a população com extrema rapidez? Guajará Mirim, por exemplo, com mais de 5.040 casos confirmados e 176 mortes, estocou 490 doses da vacina, sem uso, desde a semana passada. Recebeu mais 490 doses nesta segunda. Quando as utilizará? Ou seja, 1.380 moradores da cidade, uma das que foi muito atingida pela doença, poderiam ter recebido ao menos uma dose. E até agora…nada!

MATERNIDADE E UBS RECEBEM OBRAS DE 26 MILHÕES DE REAIS

No meio da pandemia, uma boa notícia vinda da Prefeitura da Capital: unidades de saúde da Capital, distritos e comunidades indígenas ou estão sendo totalmente reformados ou o serão em breve. Pelo menos 29 processos para reforma e ampliação estão em andamento e uma delas, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Ernandes índio, no bairro Esperança da Comunidade, zona leste está praticamente pronta, será entregue para a população ainda neste mês. Das 29 unidades incluídas no pacote de obras, 17 estão na etapa de elaboração de projetos, orçamento e aprovação. Outras seis seguem em fase de licitação e as demais estão com os trabalhos avançados. Os investimentos vão totalizar quase 26 milhões de reais, confirma o prefeito Hildon Chaves. O dinheiro virá de emendas parlamentares e de recursos próprios do município.A Policlínica Hamilton Gondim e as UBS Aponiã, Ronaldo Aragão e Socialista, também na zona Leste, além das UBS de Nova Califórnia (próximo à divisa com o Acre) e das comunidades de Morrinhos e Palmares estão com cerca de 50% dos trabalhos finalizados. Outro prédio muito importante que será totalmente reformado é o da Maternidade Municipal.

CHAPECÓ COMEMORA VITÓRIA SOBRE O VÍRUS COM TRATAMENTO PRECOCE

Os resultados são impressionantes. Até meados de fevereiro, quando a cidade não havia adotado o tratamento precoce, o número de pessoas internadas era grande. O de casos de pessoas contaminadas e ainda não curadas, batia em cerca de 6.000. Hoje são menos de 800. Desde meados de fevereiro, nenhum internado na UTI. Tudo aconteceu a partir da decisão de aplicar, junto com outras medidas (como os testes rápidos em grande número), o tratamento precoce na população. Desde então, a cidade catarinense de Chapecó viu os números despencarem. O prefeito da cidade, João Rodrigues, gravou um vídeo no domingo de Páscoa, contando a experiência positiva e conclamando prefeitos e governadores: ”não tenham medo. Abram suas portas e tratem los seus pacientes com tudo aquilo que é possível!”, conclamou. Quem quiser ter informações mais detalhes sobre como Chapecó está vencendo o vírus, com uma queda acentuada de novos casos de internações e mortes, pode acessar os detalhes pelo link https://terrabrasilnoticias.com/2021/04/prefeito-de-chapeco-mostra-uti-vazia-revela-resultado-com-tratamento-precoce-e-faz-apelo-a-governadores-e-prefeitos-nao-tenham-medo-nossos-casos-estao-quase-zerados-veja-video/. Está tudo lá.  

PERGUNTINHA

Não é uma espécie de justiça da vida real, que ricos empresários e políticos de Minas Gerais, que quiseram levar vantagem, terem tomado vacinas ilegais, vítimas de uma golpista, que lhes arrancou dinheiro para aplicar um placebo, inútil contra a doença?

Deixe um comentário