MAIS DE 20 ANOS E TRÊS MESES DEPOIS, ENFIM O HEURO COMEÇA A SE TORNAR REALIDADE!

A ÍNDIA DO GENOCÍDIO, AS “VERDADES” QUE QUEREM NOS IMPOR E A REALIDADE SOBRE O MEIO AMBIENTE NO BRASIL
10 de novembro de 2021
CAPITAL TERÁ A NOVA EDIÇÃO DA EXPOPORTO, COM CAVALGADA DIA 27 E FEIRA NOS PRIMEIROS CINCO DIAS DE DEZEMBRO
15 de novembro de 2021

Eram 20 anos de atraso. Agora, são 20 anos e três meses. Mas, ao menos agora, há uma luz bem forte, vindo do túnel, de que, finalmente, poderemos ver iniciadas, pelo menos no primeiro trimestre do ano que vem, as obras do nosso tão sonhado Hospital de Urgência e Emergência, o Heuro. A boa notícia veio, agora, através de uma nota oficial do Tribunal de Contas do Estado, onde o processo estava emperrado há praticamente 90 dias, em função de pretensas falhas no processo que, pelo que afirma o TCE, foram corrigidas. Do lado do Governo, o que se ouve é que todas as questões levantadas pelo Tribunal já estavam respondidas dentro do processo original, mas agora não vem mais ao caso quem tinha razão e quem não tinha. O que importa é que, provavelmente na semana que vem, o TCE deve anunciar que, finalmente, dará aval para que o Heuro seja construído, através do sistema Built do Serve, ou seja, quando a construção não utiliza dinheiro público, mas é feita pela iniciativa privada e, depois de 30 anos sendo remunnerada mensalmente pelo investimento feito, os construtores entregam toda a estrutura, definitivamente, para o Estado. A licitação para a obra foi feita na Bolsa de Valores de São Paulo, provavelmente o sistema de maior transparência em qualquer processo semelhante. Das 15 empresas inicialmente interessadas, apenas duas foram para a disputa final, Uma delas venceu. Tudo estava pronto para que a área escolhida (ainda não está definido o local exato, mas deve ser na BR 364, entre o Cemetron e o Trevo do Roque) fosse comprada e a construção iniciada, se tudo desse certo, ainda no final deste ano. O plano original não deu certo, pela intervenção do TCE.

Finalmente, uma obra planejada há mais de 30 anos e que há pelo menos 20 anos já deveria ter saído do papel, começará a se tornar realidade, dentro de alguns meses. Levará ao menos dois anos para que seja concluída. Até lá, continuaremos assistindo, todo os dias, a dramática situação de centenas de doentes superlotando o envelhecido João Paulo II, muitos deles jogados no chão, por absoluta falta de leitos. Até lá, o governo rondoniense continuará gastando uma média de 3 milhões de reais por mês (menos do que pagará pela espécie de aluguel do prédio, quando ele estiver concluído) para internar doentes do João Paulo na rede hospitalar privada. Quando pronto, o Heuro terá perto de 400 leitos e dez salas de cirurgia, além dos mais modernos equipamentos hospitalares. Parte deles, aliás, serão comprados com os 50 milhões de reais doados pelo próprio Tribunal de Contas, para que a obra se tornasse realidade. Superada a burocracia infernal que existe neste país inacreditável, onde os órgãos de controle têm muito mais poder do que as necessidades da população, Governo, TCE, Assembleia Legislativa (onde, aliás, nesta semana, o deputado Jair Montes fez duro discurso em defesa da imediata liberação da obra do Heuro) e todos os demais organismos precisam se unir, mais que nunca, para que o hospital saia do papel. 

DINHEIRO PARA NOVA RODOVIÁRIA DA CAPITAL ESTÁ NO PACOTE DE 50 MILHÕES DO CALHA NORTE

Uma parceria entre a Prefeitura de Porto Velho e o Projeto Calha Norte, vai representar investimentos de mais de 50 milhões de reais em diversos projetos importantes para a Capital.  Dentro deste valor, está uma emenda de quase 12 milhões de reais, da deputada federal Mariana Carvalho, que serão destinados exclusivamente para a construção da nova Rodoviária de Porto Velho. O anúncio da liberação dos recursos foi feito durante encontro, esta semana, entre o prefeito Hildon Chaves e general Ubiratan Poty, diretor do programa Calha Norte, do Ministério da Defesa, com parte da sua equipe. Presente também o general Jorge Ribeiro Cacho, comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva. O Calha Norte destinou os recursos, que serão geridos pelo Município, que ficará com a responsabilidade de criar os projetos e contratar as empresas, via licitação, que irão realizar os trabalhos. Além da Rodoviária, que já está contemplada com recursos suficientes para a nova construção, a Prefeitura ainda vai definir quais obras receberão os investimentos restantes, dentro dos 50 milhões de reais.

COP 26: GOVERNADOR DIZ QUE “RONDÔNIA PODE TER GANHOS BILIONÁRIOS COM A BIOECONOMIA”

O governador Marcos Rocha está retornando da COP 26, na Escócia, não só satisfeito com os resultados obtidos pela participação rondoniense no evento mundial sobre o meio ambiente, como entusiasmado com o que pode vir de apoio financeiro ao Estado. A tal ponto que divulgou comentário, nas redes sociais, que “Rondônia tem potencial de ganhos bilionários nessa década com os novos mercados que surgem através do desenvolvimento da bioeconomia”. Rochas acrescentou que “temos que gerar emprego e renda com a conservação da floresta. É errado tratar como se fossem vilões os produtores, os pecuaristas, os madeireiros. Sabemos que 99 por cento seguem à risca a legislação mais pesada do Planeta quando se refere ao meio ambiente. O correto é transicionar, e não “enforcar” cada dia mais nosso povo que já passa dificuldades”. Mais adiante, o governador do Estado acrescentou que “temos que discutir esse assunto com muita personalidade e sermos a voz ativa nessas questões. Além de garantir nossa fatia do bolo neste mercado, não podemos permitir que prevaleça a disseminação da falsa argumentação e a perda da nossa independência na tomada de decisões”. Por fim, Rocha concluiu o texto com a afirmação: “A Amazônia é nossa. A Amazônia é do Brasil”!

PSL TEM ENCONTRO REGIONAL DIA 20 E MICHEL TEMER FAZ PALESTRA NO MDB EM JI-PARANÁ

Dois eventos políticos importantes estão programados no Estado, um para esta próxima semana, outro para a primeira quinzena de dezembro. No sábado, dia 20, a partir das 9 da manhã, no centro de convenções da Igreja Assembleia de Deus, acontecerá um encontro estadual do PSL. O partido, agora unido ao DEM continua com suas atividades normais, até que o Tribunal Superior Eleitoral, o TSE autorize a coalizão, criando oficialmente o União Brasil. A reunião do diretório do PSL será comandada pelo seu novo presidente regional, o governador Marcos Rocha, também já definido como futuro presidente do União Brasil, quando ele for oficializado. O outro grande evento da política regional acontecerá em Ji-Paraná, no próximo 11 de dezembro e deve ter a presença do ex-presidente Michel Temer. Ele virá, acompanhado do presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, ambos convidados pelo presidente regional, o deputado federal Lúcio Mosquini, para participar de encontro de apresentação dos novos filiados da sigla, no Estado. Temer deve proferir uma palestra com o tema “Ponto de Equilíbrio”. Segundo Mosquini, o MDB cresce cada vez mais no Estado. O partido continua aguardando pelo “sim” de Confúcio Moura, na disputa pelo Governo, no ano que vem.

RONDÔNIA PODE PERDER UM ACERVO DE MAIS DE 150 MIL FOTOS QUE RESUMEM PARTE DA SUA HISTÓRIA

Rondônia corre o risco de perder um dos mais ricos arquivos da sua história recente, desde que começou o governo de Jorge Teixeira. Um acervo de mais de 150 mil fotos, todas elas digitalizadas, coloridas e em preto e branco, testemunha, com a riqueza de detalhes, não só todos os principais eventos de longos anos da vida rondoniense, como de seus principais personagens. Além de belas paisagens do nosso ambiente e da nossa floresta. Profissional dos mais respeitados, com sua vida profissional ligada umbilicalmente à da sua Rondônia, Rosinaldo Machado tem tentado, sem êxito, repassar todo este testemunhal ao Governo do Estado ou a parceiros que queiram preservar momentos que marcaram Rondônia desde meados dos anos 70 até os dias de hoje. Como não consegue apoio por aqui, o conhecido fotógrafo está pensando em dar outros destinos ao seu riquíssimo e completo acervo, o que seria uma grande perda para nossa História. Aliás, embora um Estado novo, temos muito pouco em termos de preservação da nossa vida mais recente. Nossa maior biblioteca, por exemplo, não tem sequer exemplares de jornais dos anos 80 para cá, alguns deles que circularam por mais de uma década, como a extinta Folha de Rondônia, apenas para citar um exemplo. Contato com Machado pode ser feito através do wattsapp 69.9331.4759.

REFAZ, ORÇAMENTO E “ASSEMBLEIA CIDADÔ: DEPUTADOS AINDA TÊM MUITO TRABALHO PELA FRENTE

A diminuição acentuada da pandemia vai permitir que, finalmente, alguns projetos planejados pela Assembleia Legislativa, em parceria com outros poderes, entidades e instituições, comecem a chegar a vários municípios rondonienses, em breve. A inovação foi confirmada pelo presidente Alex Redano, ao programa SIC News, da SICTV/Record. Redano confirmou que o projeto “Assembleia Cidadã” será levada aos bairros, comunidades e municípios, priorizando atendimentos à saúde, mas dando atenção também a outros setores. Junto com as sessões itinerantes, anuncia Redano, “será realizado um grande trabalho social, nas áreas de saúde, lazer, cultura, exposições e outros temas, envolvendo as comunidades”. Este programa significará também uma grande festividade para o município que o receber”. Além disso, é bom lembrar também que, nos próximos dias, os deputados terão importantes assuntos para votação. Um deles é a proposta de parcelamento de dívidas de empresas, via o REFAZ e outro é o orçamento do Estado para 2022, que pode bater nos 10 bilhões de reais. Trabalho é o que não vai faltar ao Parlamento rondoniense, na reta final deste ano.

AMIR LANDO ESTÁ DE VOLTA 15 ANOS DEPOIS E QUER SER SENADOR MAIS UMA VEZ

Ele está de volta. Mais de 15 anos depois de ter encerrado seu último mandato, o eterno senador rondoniense Amor Lando está retornando às lides da política. Nesta semana, numa longa entrevista que concedeu ao programa Papo de Redação da rádio Parecis FM (segunda a sexta, das 12 às 14 horas, em rede estadual), ele anunciou que pretende disputar a única vaga ao Senado, disponível para Rondônia, no ano que vem. Amir, que além de senador e deputado federal foi também ministro da Previdência, entrou para a História como o relator da CPI que cassou o mandato do ex-presidente Fernando Collor, acusado há época (início dos anos 90) por diversos crimes, mas que, anos depois, foi inocentado em todos eles, nas instâncias superiores da Justiça. Amir também tem em seu currículo ter pedido atendido pelo então presidente Itamar Franco, criando o primeiro sistema de ensino universitário a distância no país, que hoje ajuda a formar milhares de profissionais todos os anos. O experiente político considera que poderá ser ouvido pelas novas gerações, que não conhecem sua história e que, apoiado por seu partido, o MDB, tem chances reais de atingir sua meta de voltar ao Senado.   

A CENSURA OFICIALIZADA, MAS APENAS PARA ALGUNS, PORQUE PARA OUTROS…

Grupo de funcionários públicos de Rondônia pediu indenização via processo judicial, porque a categoria foi satirizada em vídeos no youtube. Em primeira instância predominou o bom senso e a ação não foi acatada. Este tipo de processo é apenas mais um sintoma do esforço pela volta da censura ao Brasil, embora, dessa vez, com um diferencial importante: só é aplicada a um grupo, aquele que não representa as ideologias da esquerda. Os que o fazem, nessa tendência, estão liberados. E o (mau) exemplo vem do STF, mas principalmente do ministro Alexandre de Moraes. Além de mandar prender jornalistas, blogueiros e até manter preso e acatar pedido para  cassar por seis meses, a presidência de Roberto Jefferson, do PTB, agora ele soltou o deputado boca grande Daniel Silveira. O que há de errado nisso? Numa decisão incrível para um país democrático, o proibiu de falar ou usar as redes sociais para qualquer tipo de comentário. Se isso não é censura, então o que é?

DEPREDAÇÃO, SUJEIRA E ABANDONO: O TRENZINHO DO ESPAÇO ALTERNATIVO ESTÁ ABANDONADO

O Espaço Alternativo foi criado como um imenso e importante local de encontro e lazer dos porto-velhenses, numa ampla avenida em direção ao aeroporto Jorge Teixeira. Já funciona há longo tempo, mas está longe de ter os mínimos cuidados que deveria ter. As noites de baderna e destruição, causadas por vândalos e grupos que estão se lixando para sua cidade e quem mora nela, servem apenas como um exemplo do abandono do local. O quebra-quebra dos equipamentos ali instalados também. Agora, o alvo do vandalismo tem sido o trenzinho da Estrada Madeira-Mamoré, ali colocado como uma das principais atrações. O historiador, museólogo e ex-secretário Ocampo Fernandes, testemunhou como a peça histórica está sendo tratada, no Espaço Alternativo. Fotógrafo de qualidade, retratando com competência a sua terra, Ocampo lamentou, num texto nas rede s sociais, acompanhado de várias imagens, o que está ocorrendo. “Turismo também se faz com detalhes. Estão vendo isso aqui, é a locomotiva no Espaço Alternativo que está abandonada e sendo depredada por vândalos, em plena luz do dia. Até pedaços dela tem por lá, cercada por lixo e partes apodrecendo. Sendo um local muito visitado por turistas, é passagem de pessoas ao chegar em Porto Velho pelo aeroporto”.

PERGUNTINHA

Dos nomes que já estão postados para a corrida presidencial, se a eleição fosse hoje, você votaria em Bolsonaro, Lula, Sérgio Moro, Ciro Gomes, João Dória ou o novato na política Felipe D´Ávila?

Os comentários estão encerrados.