DONA CLEOMAR, SEM PÉS E SEM MÃOS, JÁ NÃO ESTÁ ABANDONADA. ELA TERÁ AJUDA ATÉ O INSS LHE DAR AUXÍLIO

LIDERANÇAS DE SEIS PARTIDOS CRIAM FRENTÃO PARA OUTUBRO, JÁ DE OLHO EM 2022. E MDB REGIONAL TEM NOVO PRESIDENTE
30 de janeiro de 2020
DONA CLEOMAR, SEM PÉS E SEM MÃOS, JÁ NÃO ESTÁ ABANDONADA. ELA TERÁ AJUDA ATÉ O INSS LHE DAR AUXÍLIO
1 de fevereiro de 2020

Nem tudo está perdido. Ainda há motivos para acreditarmos na bondade, na solidariedade, na boa vontade com relação aos mais pobres, aos deficientes, aos que mais precisam. São ações isoladas, infelizmente raras, mas sim, elas existem! Um evento ocorrido na surdina, sem alarde, confirma isso. Uma foto apenas, como prova. Essa aí que abre o blog. Nada mais. Nela aparecem o governador Marcos Rocha, a primeira dama Luana Rocha, o secretário de saúde do Estado, Fernando Máximo, visitando dona Cleomar Marques, aquela mulher sem mãos e sem pés, que há longo tempo tenta ter algum apoio do INSS para sobreviver e que, até agora, foi colocada na fila da burocracia, como se o problema dela fosse comum. A mídia nacional repercutiu o caso, alegando inclusive que dona Cleomar não havia conseguido os benefícios por não poder assinar documentos. Agora, ela conta uma história diferente, mas a verdade é que foi assim que conseguiu seu intento: despertar o interesse das autoridades para seu drama. A ministra Damares Alves, informada do caso, pediu ao Governador que enviasse uma equipe até dona Cleomar, para saber da realidade e tomar providências para ajudá-la. No silêncio, Rocha o fez. E o fez pessoalmente. Não foi uma ação midiática, acompanhada pela imprensa, mas uma visita solitária, apenas em companhia da esposa, que é secretária de Ação Social e do secretário da Sesau. Gente ajudando gente.

Não havia como resolver o assunto rapidamente e nem usar dinheiro público. A partir de uma iniciativa de Fernando Máximo, com o aval do governador, foi feita uma “vaquinha” entre secretários e assessores. Com a arrecadação, foram compradas várias cestas básicas para dona Cleomar e sua filha, que não pode trabalhar, porque tem que cuidar da mãe. Foi encaminhado novo pedido de auxílio, dessa vez o BPC LOAS, quando ela terá que passar por nova perícia. Pela fila normal, isso pode demorar seis meses. Equipes de Rocha e Damares querem diminuir esse prazo, dada a excepcionalidade do caso. Até lá, a mulher sem mãos e sem pés será sustentada pelo apoio financeiro do secretariado e de dezenas de assessores de Rocha, que, espontaneamente, participam do mutirão para ajudar quem tanto precisa. Ela terá ainda acompanhamento médico, já que tem problemas de diabetes. Quando a doença for controlada, começará o processo para implantação de próteses tanto nas mãos quanto pernas, para que possa voltar a ter uma vida ao menos próxima do normal. Por volta de julho, deve iniciar a receber benefícios do INSS. Até lá, terá apoio da família Rocha, com recursos próprios e da equipe que compõe o atual governo do Estado. Na casa da dona Cleomar, muita emoção e lágrimas. Não foi apenas o Governador de Rondônia e a primeira dama; não foi apenas o secretário de saúde, que a visitaram. Foram dois cidadãos e uma mulher, apenas seres humanos, que não suportam ver tanta injustiça e tanto sofrimento. Sem alarde, demonstraram que ainda há, mesmo no mundo da política, alguma coisa boa para a gente aplaudir!

THIAGO NO REPUBLICANOS

No mundo da política, as coisas andam acelerando, em várias regiões do Estado, com olhos sempre voltados para as urnas, em outubro. Uma mudança importante, que está prestes a ser oficializada, deve acontecer em Ariquemes, muito em breve. O competente prefeito Thiago Flores, que deu uma mexida na cidade e a melhorou bastante, é candidatíssimo à reeleição. Foi eleito pelo MDB, está no PSL e, agora, deve migrar para o partido de outro grande líder da região, o deputado Alex Redano, futuro presidente da Assembleia Legislativa. O Republicanos, ex-PRB, é comandado no Estado pelo ex deputado federal Lindomar Garçon, que confirmou a informação. Thiago se alia ao partido que cresce bastante no Estado e aproxima cada vez mais a possibilidade de formar uma dobradinha fortíssima, com a atual presidente da Câmara Municipal, Carla Redano, esposa de Alex. Ou seja, os dois grupos políticos em grande ascensão em Ariquemes estão prestes a se unirem. Vai ser duro de bater a dupla, caso ela seja mesmo oficializada. Falta, é claro, apenas combinar com o eleitor.

ESCOLA PÚBLICA: SHOW NO ENEM

Os projetos implantados pelo professor Suamy Vivecananda à frente da Secretaria de Educação do Estado, começaram a dar resultados altamente positivos. Um exemplo concreto, que ele relatou ao participar do programa Papo de Redação, dos Dinossauros do Rádio nesta última sexta e que mexeu mesmo com as estruturas do ensino médio no Estado, foram os resultados altamente positivos e surpreendentes do Enem. No total, Rondônia tem quase 209 mil alunos. São quase 60 mil no ensino médio. Desses, 56 por cento dos estudantes das escolas públicas tiveram notas muito positivas nas últimas provas do Enem e 33 por cento chegaram ao que se conhece como grupo  Avançado. Foram poucos os estados brasileiros que tiveram esses resultados. Suamy agora, inclusive está com um problema, um efeito colateral desse sucesso: muitos pais querem tirar seus filhos de escolas particulares e estão pedindo vagas em escolas públicas, pela melhoria da qualidade do ensino.  Impacto de quase 10 por cento de aumento, perto de seis mil novos estudantes. A Seduc está estudando estratégicas para absorver toda essa gente. Suamy comanda hoje uma secretaria gigantesca, que tem quase 12 mil professores. Os colégios João Bento, Carmela Dutra, e as duas escolas Tiradentes são as principais referências, hoje, da grande melhoria na qualidade da educação rondoniense.

O PP TEM CRISTIANE E VAI COM ELA!

A deputada Jaqueline, a única representante dos Cassol ainda na política, está tendo uma atuação bastante interessante, na Câmara Federal. Em seu primeiro ano em Brasília, ela se destacou por parcerias na área da saúde. Graças às suas emendas, o governo de Rondônia, via Sesau, conseguiu fazer mutirões de cirurgias oftalmológicas em cidades do interior, a partir de Cacoal. Jaqueline é atuante, boa de conversa, anda circulando por várias regiões do Estado e hoje o principal nome do PP em Rondônia. É dela a decisão do partido lançar candidatura própria em várias cidades, principalmente na Capital. O nome já está definido: é o da jovem vereadora Cristiane Lopes. Ela, aliás, praticamente sem ter apoio financeiro, chegou aos 20.350 votos, surpreendendo pela aceitação do seu nome na sua cidade, como candidata a deputada federal. A jornalista e apresentadora de TV, tem tido uma atuação destacada na Câmara Municipal e será candidata em outubro vindouro. Com o aval de Jaqueline e todo o comando do partido.  Será que enfim, teremos uma mulher comandando a maior cidade do Estado?

UM ASSALTANTE DE DEZ ANOS DE IDADE

Alguém acredita que um trio assaltou um posto de saúde, em Porto Velho e do grupo de criminosos participava uma criança de apenas dez anos? Não é, infelizmente, invenção ou filme de terror envolvendo pequenos. É a mais triste e dura realidade. O menino estava junto com outros dois jovens, ajudando a fazer um arrastão dentro da unidade Ernandes Índio, no bairro Esperança da Comunidade. O trio rendeu o vigia, atacou uma funcionária, levou celulares e dinheiro e fugiu sem ninguém ser pego. Pelo menos até esse sábado, a polícia ainda não havia divulgado quem são os suspeitos e se eles praticaram outros assaltos. A participação de menores em atividades criminosas disparou em números, desde que eles foram considerados inimputáveis. Cada vez que se registra uma ocorrência dessas e os bandidos são pegos, sempre tem quem berra que é “dimenor”. Conhece muito bem seus direitos, claro. E normalmente o menor assume a responsabilidade, para livrar os maiores da cadeia. É essa inacreditável legislação que incentiva a participação de meninos e meninas, em crimes cada vez mais violentos. O caso de um menino de apenas dez anos no assalto ao posto de saúde, deixa claro o que está acontecendo nesse país, onde as leis são feitas para proteger criminosos. Inclusive os que usam crianças para participarem de crimes.

REBOLANDO PARA CONTAR A VERDADE

Perto do ridículo: grande parte da mídia brasileira, que mentiu descaradamente durante semanas, induzindo o telespectador, o leitor ou ouvinte a imaginar que Donald Trump perderia seu mandato, teve que rebolar, agora, para contar a verdade. Trump nunca, jamais, em nenhum momento, correu esse risco. Foi apenas torcida ideológica de jornalistas que se divorciaram da sua missão de contar a verdade e passaram a “informar” aquilo que acreditam e não a notícia. Nos Estados Unidos, houve também pressão da mídia democrata, torcendo para o impeachment de Trump. Mas ao menos não mentiram ao público: queriam que ele fosse cassado, mas avisaram que ele não o seria. Simplesmente porque Trump tem maioria no Senado, onde, para cassá-lo, seriam necessários 67 dos 100 votos. Essa informação, aliás, foi escondida pela grande mídia brasileira, que só começou a divulgá-la na reta final do julgamento. Deviam morrer de vergonha, por usarem a nobre profissão para fazerem propaganda política de suas crenças.

CORONAVÍRUS: POR AQUI, SUSPEITAS E PREVENÇÃO

Os dois casos suspeitos de coronavírus, em Porto Velho, é muito provável que não serão confirmados. O atendimento especial ao casal que veio de São Paulo, usou um táxi, compartilhando-o com um chinês que estava tossindo, é muito mais preventivo do que qualquer outra coisa, que possa representar temor de que o perigoso vírus chegou por aqui. Mas, como o seguro morreu de velho, a Secretaria da Saúde está monitorando o casal muito perto, embora ambos estejam sendo atendidos em casa. O resultado definitivo dos exames só sai nesta próxima sexta, mas há possibilidades quase zero de que ambos tenham sido contaminados. A verdade é que o coronavírus que vem da China está assustando o mundo e trazendo pânico para a população do Planeta. E vem acompanhado de doentias Fake News, espalhadas na internet por psicopatas sociais, alardeando um grave problema com requintes de crueldade. Por aqui, a saúde pública está agindo corretamente. Orienta, comenta, informa e sublinha que não há motivos para pânico. Mas, por segurança, age, previne e protege. Está certíssimo.

ENERGISA: MORTE ANUNCIADA

Um dia depois dessa coluna ter comentado que funcionários da Energisa estão correndo risco de vida (são todos terceirizados, cumprindo ordens), infelizmente, ocorreu um crime brutal, covarde e violento contra um deles. Um comerciante, já condenado por ter matado outra pessoa, seguiu um desses profissionais e o matou com vários tiros, quando ele trabalhava no bairro Aponiã. Preso, o assassino disse que era chantageado pela vítima, que ameaçava denunciar problemas de consumo de energia de uma padaria de propriedade do matador. O morto não pode se defender e, é claro, o criminoso acabará beneficiado pelas leis brasileiras. O problema continua: em muitas localidades e até em residências, proprietários ameaçam os trabalhadores a serviço da Energisa, que nada mais fazem do que cumprir sua atividade profissional. Eles não têm culpa de nada. Infelizmente, outros casos como os da sexta-feira podem ocorrer de novo, a qualquer momento. Lamentável!

PERGUNTINHA

Qual sua opinião sobre a autorização dada para que uma entidade ligada aos antigos ferroviários, possam cortar e vender como sucata peças históricas da Estrada de Ferro Madeira Mamoré?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *