DEVANEIOS DOMINICAIS: UMA ILHA DE COISAS BOAS, NUM DOMINGO ONDE AS MÁS NOTÍCIAS CONTINUARÃO A DOMINAR TUDO

PANDEMIA DO CORONAVÍRUS TRAZ DE VOLTA DEBATE SOBRE TRABALHO NO PAÍS DE MÉDICOS FORMADOS NO EXTERIOR
30 de julho de 2020

Enquanto há quem seja tocado por músicas sem pé nem cabeça; sem poesia, toscas, com palavreado apenas assemelhado ao Português, com melodias pobres e repetitivas, sou obrigado a confessar: como foi bom ter vivido para ouvir os Beatles, Joe Cocker, Elvis Presley, Renato e Seus Blue Caps, Roberto e Erasmo Carlos, Elis Regina, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Cartola, Chico Buarque, Queen, Frank Sinatra,  Tom Jones, Teixeirinha, Madona, Michael Jackson! Como foi bom viver para jogar futebol no meio da rua; correr do chinelo dolorido da mãe; jogar bolinha de gude até “limpar” os adversários. Como é bom nunca ter aprendido uma só dessas besteiras do politicamente correto, uma praga que assola as últimas duas gerações do país! Ter vivido os anos verdes, os anos em que o Brasil mais cresceu em toda a sua história, com PIB superior ao da China de hoje, é ótima lembrança. Ver a ponte Rio-Niterói ser construída sem sequer uma denúncia de corrupção, superfaturamento, direcionamento de licitações ou qualquer outro malfeito, também. Assim como ter morado em Brasília, quando a Asa Norte ainda estava sendo construída; ter visitado a Europa, um sonho de menino e andado de gôndola em Veneza; ter assistido aos que “los se clavam” (que se atiram ao mar), em Acapulco; ter ganho um dinheirinho num cassino do Uruguai. Doeu, mas é bom recordar ter levado tiro de sal na perna, quando pegava melancia da horta do Alemão. Ah! E foi inesquecível ver o meu Inter campeão do mundo, contra o Barcelona, a repetição da história de Davi vencendo Golias!

Bom é ter tido um pai e uma mãe pobres, mas sempre presentes. Ter pescado um peixe enorme, com apenas 10 anos, porque o pai não ia pescar sem me levar junto. É bom lembrar de ter tido amigos, poucos, mas amados, os que se foram e os que estão aqui, sempre morando no coração. Que coisa boa ter tido mais sorte que juízo; estar casado há quase 43 anos com a mesma mulher; ter tido dois filhos. E ter conseguido superar dores, sofrimentos, angústias; ter curtido todos os poucos momentos felizes que a vida nos brinda. Entrar na reta final, em direção aos 70 anos (faltam três!), sobrevivendo ainda a mais terrível pandemia que nunca se esperou tão violenta, tudo isso tem que ser registrado como um depoimento pessoal, sobre o quanto é bom viver e de quanto é bom chegar a essa idade ainda inteiro, intelectualmente racional, grato por tudo que viveu. É o depoimento curto, num texto leve para ser ler num domingo, como uma espécie de ilha de coisa positiva, no mar de más notícias que todos vamos ouvir, ler e assistir, nos noticiários de mais um dia de doença, mortes e sofrimento.  Aqui, hoje, não tem nada de coisa ruim. Tem é comemoração. Viva a vida!

CORONA: EM SETE DIAS, MAIS 67 MORTES. JÁ SÃO 881

De domingo passado até a noite deste sábado, sete dias depois, os números mostram a agressividade e o crescimento dos casos de mortes e pessoas contaminadas pelo coronavírus em Rondônia. O boletim do domingo, dia 26, apontava, por exemplo, 814 mortes (534 apenas em Porto Velho) e 35.810 rondonienses contaminados, dos quais 20.675 na Capital. No sábado, dia 1º de agosto (90 dias após ser registrada a primeira morte no Estado), o salto foi enorme. Já temos 881. Dos 35.810 casos da semana passada, sete dias depois já são registrados 39.504, aumentando em 3.694 pessoas com a doença. A cada dia, apenas nesta última semana de julho e primeiro dia de agosto, já tivemos 537,7 rondonienses afetados pela doença a cada 24 horas. A grande maioria dos casos (22.160) foi detectada em Porto Velho.  Temos um percentual muito alto de recuperados, até a noite do sábado. Já são 31.489 ou seja, 79 por cento dos afetados pela Covid, já a superaram. Alguns saíram com sequelas, mas a grande maioria não teve nenhuma consequência mais séria do ataque do vírus. O importante é continuar mantendo os protocolos de cuidados: máscara, álcool gel, isolamento social no máximo que se puder. Até que cheguem a vacina ou as vacinas, que nos salvarão…

GOVERNADOR PEDE QUE PREFEITO REPENSE REELEIÇÃO

Pode mudar tudo na sucessão municipal em Ariquemes? Pode sim. O prefeito Thiago Flores, que já havia anunciado que não concorreria à reeleição, tem ouvido apelos de seus eleitores, assessores e da comunidade, para que repense sobre o caso. Nessa semana, ele ouviu uma sugestão para que repense sobre o assunto de ninguém menos do que o governador Marcos Rocha. O assunto apareceu durante entrevista concedida por ambos a uma emissora de TV da cidade, durante a visita de Rocha. Depois desse encontro, os dois foram almoçar juntos e Thiago Flores ficou de dar uma resposta em breve. O Governador fez vários elogios ao jovem Prefeito de Ariquemes e chegou a dizer que quatro anos são muito pouco, para que se consiga realizar uma administração e concluir todos os projetos.  Thiago Flores não havia comentado mais o assunto, ao menos publicamente. Outro prefeito citado por Marcos Rocha foi o de Vilhena. Ele elogiou Eduardo Japonês e ainda disse que o bom humor do gestor da cidade do extremo sul do Estado é contagiante. Rocha falou que quatro anos é pouco, mas não respondeu se ele mesmo já anda pensando num segundo mandato.

THIAGO ESPERA PELO FILHO ANTES DE DECIDIR

A visita do Governador, o ouvir de Marcos Rocha muitas palavras de incentivo, apoio e amizade, além de elogios à sua gestão, fez com que o prefeito Thiago Flores balançasse. Ele tinha decidido ficar fora da disputa, para cuidar da família e só voltaria à política no futuro. Mas, agora, o quadro começou a mudar. Num depoimento exclusivo, Thiago disse a esse Blog que está mesmo repensando sua decisão de não disputar a reeleição, não só pelo verdadeiro apelo do Governador, mas pelo que tem ouvido nas ruas, nas empresas, nos encontros com a comunidade, gente que pede a ele que reveja o que decidiu. E é isso que ele está fazendo. O fator decisivo será a chegada do seu primeiro filho, que deve nascer nos próximos dias. Ele afirma que já conversou com sua esposa e se o bebê vier saudável, como todos esperam, sem necessidade de cuidados especiais ou qualquer dificuldade, ele poderá, sim, rever sua decisão anterior. Se optar por buscar um segundo mandato, muda tudo no quadro sucessório em Ariquemes.  Thiago tem grandes chances de se reeleger, pela administração muito positiva que está realizando.

SUCESSÃO: DECISÃO DE HILDON NESSA SEMANA

A semana vai começar com a possibilidade de resposta para uma pergunta crucial em relação à disputa pela Prefeitura de Porto Velho: Hildon Chaves vai ou não concorrer à reeleição. Ele avisou que anunciaria sua decisão entre os dias 5 (quarta-feira) e dia 8 (sábado). O assunto é muito pessoal, ao ponto de algumas pessoas muito próximas a ele estarem dizendo que concorre e outras, com o mesmo tipo de relação, afirmam com convicção, que Hildon Chaves tem outros planos, que não incluiriam outro mandato. Há vários pré candidatos, de diferentes partidos, que só esperam pela decisão do Prefeito, para começarem a entrar na disputa. Caso Hildon desista, o ex deputado federal Lindomar Garçon, por exemplo, vai concorrer e quer contar com o apoio do Prefeito atual e da equipe da administração municipal.  Se Hildon cumprir mesmo o prazo que garantiu, vai anunciar a decisão, no final desta semana que começa. A partir daí, a sucessão vai, realmente, ficar mais clara. 

BRUNO VAI JOGAR SIM, CONFIRMA CLUBE DO ACRE

Reviravolta no caso do goleiro Bruno. Depois de perder seu único patrocinador, que tinha com o clube uma parceria de 14 anos, pela repercussão negativa da presença do jogador no clube, a diretoria chegou a anunciar a desistência da contração do polêmico jogador, que cumpre prisão em regime semiaberto, numa condenação de 21 anos, por envolvimento no caso do assassinato de sua ex amante, Eliza Samúdio. Nesta sexta, Bruno se apresentou ao clube acreano, depois que foram conseguidos outros dois patrocinadores, que aprovaram a contratação. Foi buscado no aeroporto pelo presidente e diretores do clube e recebeu abraços e saudações de torcedores do Rio Branco. O único protesto público até agora, foi do Movimento Feminista do Acre. Bruno já está treinando e, se não houver nova mudança nos planos, começa a jogar tão logo volte o campeonato do Estado vizinho, que ainda está paralisado por causa do coronavírus.  

TRABALHO FRENÉTICO: OBRAS EM TODA A CAPITAL

Um grande pacote de obras, com investimentos pesados, principalmente de recursos federais, está sendo realizado ao mesmo tempo em Porto Velho. Há muito tempo não se via tanto trabalho sendo feito simultaneamente. Bairros distantes e que estavam há décadas sem a presença de máquinas e equipes da Prefeitura, estão recebendo atenção especial. Já há atividades em áreas como o Lagoinha, que todos os anos enfrenta o drama das alagações. E breve, começará o trabalho no bairro da Lagoa, uma área da Capital que não tem atenção especial, em algumas das suas ruas, há pelo menos 30 anos. Onze bairros são atendidos ao mesmo tempo. O recapeamento de ruas e avenidas também merece registro especial. Algumas, como a Nações Unidas e Pinheiro Machado, ainda estão sendo atendidas. Mesmo com eventuais transtornos, com desvios do trânsito, há que se compreender que, sem eles, não se poderia realizar um trabalho de tal grandeza. O asfalto novo está chegando também às duas pistas da avenida Rio de Janeiro, há longo tempo precisando dessa renovação. O mesmo se pode dizer da avenida Nações Unidas, que está com outra cara. Some-se domo importante, as obras de instalação da iluminação da ponte do bairro da Balsa, na BR 3129, que está sendo feita pela Emdur, em parceria com o Dnit. Afora isso tudo, a restauração e recuperação de toda a estrutura da Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré anda célere. Enfim, havia muito tempo que não se via tanto trabalho frenético, em áreas tão diversificadas como agora, em toda a Porto Velho.

GOVERNADOR ELOGIA PF EM AÇÃO QUE INVESTIGA TESTES

A Operação da Polícia Federal, que investiga possíveis irregularidades na compra de testes rápidos pelo Estado, foi comentada pelo governador Marcos Rocha, novamente pelo Facebook e outras rede sociais. Ele lembrou, por exemplo, que “há 30 dias atrás, seguindo uma ordem minha, o órgão de controle interno do Governo já abriu processo apuratório com base na lei anticorrupção, regulamentada no meu governo. O processo foi aberto dia 1/07/2020. Isso sem falar da multa que o Estado aplicou à empresa.” A multa superou os 2 milhões e 200 mil reais.  Acrescentou que “o valor antecipado, o pago, foi bloqueado integralmente (tanto o Governo quanto o MP pediram o bloqueio) e no saldo remanescente, já foi aplicada a multa citada equivalente ao atraso e diferença de preço. O pagamento antecipado foi seguindo a nota técnica do Tribunal de Contas de Rondônia”. Mais adiante após afirmar que “Todo o processo de aquisição foi fiscalizado e monitorado pelo TCE e MP. Inclusive com notas técnicas que foram seguidas à risca”, Marcos Rocha destacou: “se alguém indicado por mim ou algum secretário foi beneficiado de forma ilícita, durante meu governo, deve ser responsabilizado e punido exemplarmente, independente de quem seja. É vergonhoso alguém se aproveitar do sofrimento alheio para ter vantagem pessoal”. Terminou pedindo à Polícia Federal que continue realizando seu trabalho “e faça sempre sua missão”!

PERGUNTINHA

Você acha que o ministro Alexandre de Moraes está certo em mandar Face Book, Twitter e outras plataformas cancelarem páginas de pessoas que são consideradas bolsonaristas e que criticam duramente o STF e seus membros ou ele está é impondo censura, ignorando a Constituição e a liberdade de opinião?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *