A GANÂNCIA E A HIPOCRISIA DOS QUE TRANCARAM O POVO EM CASA E AGORA ACHAM QUE O CARNAVAL NÃO SERÁ MORTAL

DIA D: QUEM VAI COMANDAR A OAB RONDONIENSE NOS PRÓXIMOS TRÊS ANOS? SÃO QUASE SEIS MIL VOTOS EM DISPUTA
22 de novembro de 2021
UM CRIME AINDA SEM SOLUÇÃO: JUSTIÇA MANDA REABRIR INVESTIGAÇÕES DA FACADA EM BOLSONARO
27 de novembro de 2021

Embora muita gente – de autoridades ao povão – esteja tratando a pandemia como se ela não existisse mais, como se o vírus estivesse derrotado, como se os leitos hospitalares de várias regiões não estivessem começando a receber muitos novos doentes todos os dias, a realidade é bem outra. E pode se tornar assustadora! Inclusive em Rondônia, onde na última terça-feira, por exemplo, tivemos mais de 450 novos casos de contaminados e o número de mortes diárias tenha saltado de zero em quase duas semanas, para onze, na segunda-feira. Em Porto Velho, apenas para se dar um número, mais de 60 mil pessoas sequer tomaram a primeira dose da vacina e, no Estado todo, já são cerca de 290 mil que ignoraram, até agora, a segunda dose. No Brasil inteiro, embora no geral a vacinação tenha ajudado a conter o vírus, há também, em algumas regiões, o retorno, ainda lento e gradual, do aumento no número de casos, de internações e de óbitos. Mesmo que tenhamos passado os Estados Unidos em percentual da população vacinada, ainda assim os riscos continuam. Some-se a tudo isso a ganância e a hipocrisia. Governadores e prefeitos de várias cidades brasileiras (apoiados pelo STF, que deu a eles o poder total das decisões em relação à pandemia), estão anunciando a volta do “melhor carnaval do mundo”! Isso mesmo. Em Estados como São Paulo, principalmente, com seus 645 municípios, apenas 27 cidades anunciaram, até ontem, que não terão carnaval. Governo e Prefeitura paulista, ao menos até agora, já estão conclamando os milhões de foliões para voltarem às ruas, no fevereiro que se aproxima. No Rio de Janeiro, mais de 2.500 blocos e escolas de samba pediram autorização para desfilar. A Bahia (entre vários outros Estados do Nordeste), está se preparando para um supercarnaval no início de 2022.

A hipocrisia se acentua quando muitas autoridades, daqueles que exigiam que as pessoas ficassem trancadas em casa; que as crianças ficassem quase dois anos sem aulas presencial; que o comércio sucumbisse aos Lockdowns, agora apoiam a volta do carnaval. Um dos argumentos fajutos é que não há como impedir o povo de ir às ruas. Ué, então antes se dizia que as pessoas deveriam esperar até a 25ª hora para buscarem atendimento, trancadas dentro de casa e agora não há como segurá-las? O que se espera é que haja bom senso, cuidados, proteção à vida, porque a pandemia, tenhamos certeza, está muito longe de terminar. Por tudo isso, é que se tem que aplaudir de pé a decisão com olhos humanitários da direção da Banda do Vai Quem Quer, que sempre levava mais de 100 mil pessoas às ruas, de cancelar seu carnaval pelo segundo ano consecutivo. O que se espera é que a Prefeitura da Capital e todas as prefeituras rondonienses sigam no mesmo caminho. Precisamos é preservar a vida. Festa se pode fazer quando o vírus for realmente derrotado, coisa que, até agora, ainda está longe de acontecer. Não há dúvida: onde for realizado, o carnaval pode ser mortal para milhares de brasileiros.

DISPUTA ACIRRADA, VOTO A VOTO, DÁ VITÓRIA NA OAB AO ADVOGADO MÁRCIO NOGUEIRA

Foi uma disputa com alto grau de democracia e emocionante até o final. Quando o último voto foi contado, o advogado Márcio Nogueira, representando o grupo situacionista da OAB com a chapa 10, foi proclamado o grande vencedor de uma disputa acirrada, voto a voto, em que ele venceu por apenas 113 sufrágios. Ele teve um total de 2.568 votos. Zênia Cernow, candidata da oposição, liderando a chapa 11, recebeu nada menos do que 2.455 votos. Votaram mais de 5 mil advogados de Porto Velho e das 18 subseções da OAB em todo o Estado. Apoiado pelo atual presidente, Elton Assis e por nomes poderosos da advocacia rondoniense (aliás, o mesmo nível de apoio teve também Zênia Cernow), Márcio Nogueira disse que sua primeira missão será unir a classe dos advogados em todo o Estado.  Nogueira disse ainda que pretende implantar dois aplicativos para facilitar o atendimento e a rotina dos advogados e criar uma incubadora para recém-compromissados, uma aceleradora para advogados já no mercado, um programa de incentivo à mediação e arbitragem e uma central de atendimento de prerrogativas e prestação jurisdicional. O mandato dele começa em janeiro e vai até 2024.

SHOW DE GUSTAVO LIMA CONFIRMADO. MÚSICA DE SUCESSO DO CANTOR É DE AUTORIA DE UM RONDONIENSE

Vai ter show! Com todos os documentos de autorização em mãos, com aval da Sejucel e dos bombeiros, os organizadores do super espetáculo com o cantor Gustavo Lima respiram aliviados. Está tudo certo para o show da note do sábado, 3 de dezembro, no estádio Aluízio Ferreira. Todos os alvarás e autorizações necessários para que o evento seja realizado foram expedidos para a empresa organizadora. O Corpo de Bombeiros liberou o estádio para receber, no máximo, 15 mil pessoas, público considerado dentro das margem de segurança e do que o estádio poderia suportar, já que parte dele, incluindo as arquibancadas, está em obras. Gustavo Lima é hoje um dos maiores do chamado sertanejo universitário, um dos artistas que mais realiza shows país afora e, mais que isso, um dos que mais faturam. Ele tem, aliás, uma ligação especial com Rondônia. Uma das músicas de maior sucesso, Ficha Limpa, é de autoria de um compositor rondoniense, Edson Garcia, da cidade de Cabixi. Garcia, aliás, mora em Goiania e tem composto outras músicas não só para Gustavo Lima como para outros cantores.

DEPUTADOS APROVAM REFAZ COM RENEGOCIAÇÃO PARA EMPRESAS E TAMBÉM PARA PESSOAS FÍSICAS

Falta apenas a sanção do governador Marcos Rocha. O novo REFAZ foi aprovado em segunda votação pela Assembleia Legislativa, em sessão extraordinária realizada nesta semana. O parlamento, liderado pelo presidente Alex Redano, atendeu o apelo do setor produtivo do Estado – principalmente do comércio – atingido com toda a força pela pandemia. Muitas empresas fecharam suas portas, mas centenas e centenas de outras podem sobreviver, desde que possam parcelar os seus débitos, principalmente os tributários. Pela nova lei aprovada haverá não só o parcelamento das dívidas, como também descontos de juros e multas que podem chegar a até 95 por cento. Mas não foram só as empresas as beneficiadas pela decisão dos deputados. Uma emenda liderada pelo próprio Redano, mas com apoio de todos os deputados, permite que as dívidas a partir de 30 mil reais sejam renegociadas. Outra (coletiva) permite a negociação para contribuintes pessoas físicas, que estejam em débito com o fisco. Um dos maiores avanços no contexto do REFAZ, foi proporcionar renegociações de débitos com vários órgãos estaduais, incluindo-se o Detran. O rondoniense que teve seu veículo apreendido – apenas para dar um exemplo importante – poderá negociar seus débitos também com descontos de juros, multas e taxas, pagando praticamente apenas o principal e podendo reaver seu bem. Hoje, com tantas cobranças extras, quando um veículo é apreendido, muitas vezes torna-se extremamente difícil para o contribuinte recuperar o que é seu. A nova medida muda tudo, para melhor. Agora, o assunto está nas mãos do Governador e de sua equipe técnica.

EM NOME DO EMPRESARIADO, HOLANDA COMEMORA APROVAÇÃO E FAZ AGRADECIMENTOS

Sobre a importante decisão da Assembleia de aprovar o REFAZ, em nome do empresariado, Chico Holanda, presidente do Instituto Empresarial de Rondônia, fez um agradecimento tanto ao governo estadual quanto aos deputados, pela decisão. “queremos agradecer ao governador Marcos Rocha, ao secretário de Finanças, Luiz Fernando e ao secretário chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, pelo envio do projeto ao parlamento. Ao mesmo tempo, temos que agradecer ao presidente da Assembleia, Alex Redano e a todos os deputados estaduais, pela aprovação do REFAZ. Holanda sublinha que o REFAZ “vai socorrer milhares de pequenos e micro empresários, todos em grave momento de dificuldades e até em desespero, pois caso virasse o 31 de dezembro, sem essa possibilidade de regularização dos impostos, todos seriam descredenciados do SIMPLES nacional, já a partir de janeiro do ano que vem”.  O líder empresarial lembrou que, hoje, mais de 80 por cento das empresas estão no SIMPLES, ou seja, o descredenciamento poderia significar um grave e irrecuperável prejuízo à nossa economia como um todo. Holanda aproveitou para agradecer ás lideranças de todos os setores, que trabalharam arduamente para que o REFAZ se tornasse realidade. Concluiu, dizendo que o setor produtivo está saindo de uma pandemia e de uma recessão e que a decisão do REFAZ foi um alento para todos.

AGRESSÕES E VIOLÊNCIA: MENINO DE DEZ ANOS PEDE SOCORRO NA ESCOLA CONTRA COVARDIA DO PAI

O desespero de uma criança e seu criativo pedido de socorro, se tornaram notícia nacional nesta semana. O menino, da cidade de Vale do Anari, uma pequena comunidade localizada a mais de 330 quilômetros da Capital, Porto Velho, escreveu numa prova na escola, a mão, um pedido de socorro para a professora. Depois de dizer que sua mãe tem sido agredida há anos pelo pai, ele pediu: “Chama a polícia pra mim!”. A polícia foi acionado e descobriu, na casa da família, que todos eram agredidos pelo chefe da casa e não só a mãe da criança. A mãe sofria diversas agressões no decorrer do dia e da noite, acabou com sérios problemas psicológicos e emocionais. Ela temia por sua vida e de seus filhos e por isso, apavorada, não denunciava a extrema violência da qual era vítima constante. O menino que pediu socorro, de dez anos e seus irmãos, entre 13 e 16 anos, foram levados para um abrigo. O homem, suspeito de praticar toda essa covardia, vai responder por vários crimes. O caso foi encaminhado ao Poder Judiciário.  

CORRIDA AO SENADO JÁ TEM NOVE NOMES. VALDIR RAUPP PODE SER A GRANDE SURPRESA NESTA DISPUTA

Tão complexa e difícil quanto a batalha pelo governo do Estado, no ano que vem, com um nível de disputa das mais acirrada, será a corrida pela única vaga ao Senado, a que Rondônia tem direito. Os nomes que já definiram que disputarão a cadeira, estão entre os mais quentes da política nacional, são os do ex-senador Expedito Júnior; do ex- governador Daniel Pereira; da atual deputada federal Jaqueline Cassol; do empresário Jaime Bagattoli e do ex-senador Amir Lando. Estão postulando o cargo, mas ainda não anunciaram, outros peso-pesados das urnas, como o atual deputado federal Léo Moraes e o ex-prefeito e ex-deputado Jesualdo Pires. O presidente da Assembleia, Alex Redano é um nome que também pode estar nesta relação, já que tem sido instado a buscar este caminho por seu partido, o Republicanos. A petista Fátima Cleide, hoje o nome mais importante do partido em Rondônia, pode entrar nesta relação, embora, até agora, não tenha se pronunciado sobre o assunto. Por enquanto, há estes nove que podem estar na briga. Mas podem surgir outros nomes, como, por exemplo, o do ex-senador e ex-governador Valdir Raupp.

INVASÃO DE PROPRIEDADES: POLÍCIA PÕE A MÃO EM NOVOS SUSPEITOS DE PERTENCEREM À QUADRILHAS ORGANIZADAS

O crime organizado continua agindo em Rondônia, apoiado por gente muito poderosa, em relação a ataques e invasões à propriedade. Nesta semana, mais uma importante ação policial fez prisões e descobriu muito dinheiro, vivo, de posse de um dos denunciados.  A Polícia Civil de Rondônia deflagrou mais uma operação de combate à lavagem de dinheiro e invasão de propriedades rurais. A operação batizada de Canaã fase 3, envolveu mais de 120 policiais civis das Regionais de Vilhena, Rolim de Moura, Cacoal, Ji-Paraná, São Miguel, Jaru e Ariquemes. Foram   cumpridos 6 mandados de prisão e 26 de buscas e apreensão nos municípios de Ji-Paraná, Presidente Médici, Seringueiras e São Miguel. Uma advogada de Ji-paraná e um vereador do município de Presidente Médici são alvos da operação. Ele guardava em casa mais 35 mil reais em dinheiro, que foram apreendidos. Enquanto isso, quase um mês depois, não há pistas sobre o cruel assassinato de um fazendeiro, sua esposa e um empregado, praticado por bandidos que atacaram a propriedade, em Vilhena. A camioneta levada pelos bandidos foi encontrada incendiada e um suspeito de ter praticado o incêndio foi preso. Não se sabe se ele está também envolvido nos assassinatos e quem são os outros membros da quadrilha. As investigações continuam.

EM PORTO VELHO, 21 MIL FAMÍLIAS POBRES TERÃO DIREITO AO AUXÍLIO PARA COMPRAR GÁS PELA METADE DO PREÇO

Não é só o Auxílio Brasil, na faixa de 400 reais por família, que está chegando aos rondonienses mais pobres. O desconto de até 50 por cento no preço final da botija de gás, também um programa federal, chega para beneficiar algo em torno de 21 mil famílias, apenas em Porto Velho. Os números dos que vão ter o auxílio-gás em todo o Estado ainda não foram divulgados. O benefício será  destinado às famílias que tenham renda mensal inferior a 550 reais e que já possuam cadastro na base de Dados do Cadastro Único, o CadÚnico. Isso significa que quem fizer cadastro daqui para a frente, não terá direito a esse grande desconto na botija de gás. A ajuda de custo, que reduzirá pela metade o preço do gás para as famílias cadastradas, será pago pela Prefeitura de Porto Velho, até o final do ano que vem, com recursos que serão pagos pela Petrobras à União.  O programa tem como objetivo diminuir os efeitos do preço da botija de gás no bolso das famílias de baixa renda, com rendimento per capta de até meio salário-mínimo. Nos próximos dias, a Prefeitura porto-velhense dará mais detalhes sobre como funcionará, na prática, a entrega dos recursos às famílias que têm direito ao desconto.

PERGUNTINHA

Você acha que não há risco em ter o carnaval daqui a pouco menos de três meses ou está no grupo que teme que milhões nas ruas pode significar a volta da pandemia com força total?

Os comentários estão encerrados.